Tags: Consultoria |

Dunas Capital é a gestora que mais cresce desde que 2013 começou


O valor das carteiras sob gestão discricionária cresceu 0,7% de Junho para Julho, ascendendo aos 52.586,9 milhões de euros. Também se olharmos para o período desde que 2013 começou, há registo de um aumento de 0,8% no valor destas carteiras. Já desde há um ano (Julho de 2012) o crescimento do valor das carteiras sob gestão discricionária foi de 9,7%.

A liderar no volume de activos sob gestão, continua a Caixagest, que no mês de Julho, segundo a APFIPP, acumulava 19.326,7 milhões de euros. No entanto, de Junho para Julho, o destaque é assumido pela gestora BMF, que consegiu o maior crescimento mensal, de 8,3%.

Desde o início do ano, é a Dunas Capital - Gestão de activos que arrecada o maior aumento percentual dos activos geridos, com 66,5% de variação. Em termos de valores absolutos, a ESAF, que é a terceira gestora com maior volume de activos geridos, obteve o maior crescimento desde que 2013 entrou em vigor, com mais 1.015,9 milhões de euros.

Tipos de clientes e Classes de activos

As seguradoras são as clientes que mais activos sob gestão têm, contabilizando 67,6% do total. Logo em em seguida, com 17,4% dos activos geridos, a categoria que mais arrrecada é a dos Fundos de Pensões.

Em Julho, a classe de activos que mais pesava nas carteiras de gestão de patrimónios era a de Obrigações Diversas, com 35,7% de predominância. A dívida pública, por seu lado, é a classe de activos com o segundo maior peso nestas carteiras, com 33,4%, sendo também a classe que mais cresceu no mês em análise, aumentando a sua importância em 0,8%

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos