Tags: Negócio |

Dunas Capital alcançou acordo para adquirir a Inverseguros


A gestora independente de patrimónios Dunas Capital acordou a aquisição de 100% do capital do grupo Inverseguros. A operação tem ainda que receber o aval da ‘Comisión Nacional del Mercado de Valores’ (CNMV) e do Banco de Espanha, confirma a entidade no seu comunicado oficial, que prevê que a compra seja finalizada antes do verão de 2016.

Com esta aquisição, a Dunas Capital completará a sua gama de produtos e serviços para investidores institucionais, com uma especialização, a partir de agora, no mercado segurador. Além disso, reforça a sua posição no mercado ibérico. A sua oferta englobará tanto fundos mobiliários como imobiliários.

No final de 2015, a Inverseguros contava com um património total sob gestão superior a 700 milhões de euros, segundo a Inverco (Associação de fundos espanhola). Deste volume 637 milhões correspondiam à Inverseguros Gestión (371 milhões em fundos mobiliários e 266 milhões num fundo imobiliário que têm em liquidação) e apenas 71 milhões eram procedentes da Inverseguros Pensiones.

Os até agora acionistas da Inverseguros são entidades seguradoras, entre as quais se encontram nomes como a Aegon, Allianz, Catalana Occidente, Mapfre, CNP Partners, AXA, Zurich ou Rural e outras de menor dimensão como o Consórcio de Compensação de Seguros ou Nacional de Reaseguros. Uma parte do capital é também pertencente ao seu CEO, Alberto de la Puente. A Inverseguros nasceu há três décadas, em 1986, com o objetivo de providenciar serviços financeiros e imobiliários ao sector segurador em Espanha.

Para Joaquim Luiz Gomes, presidente da Dunas Capital em Portugal: “A Inverseguros tem demonstrado uma grande consistência nos seus serviços e resultados ao longo da sua história e estamos convencidos de que esta aquisição irá enriquecer de forma significativa a experiência da Dunas Capital. Na empresa temos visto o profissionalismo e a excelência que desde sempre nos têm caracterizado e estamos convencidos de que este é o movimento certo para continuar com o nosso crescimento no mercado ibérico e cumprir o nosso objectivo de nos tornarmos numa das principais gestoras ibéricas de activos mobiliários, imobiliários e alternativos”.

Estamos convencidos de que este é o movimento idóneo para continuar com o nosso crescimento no mercado ibérico e cumprir com o nosso propósito de nos convertermos numa das principais gestoras ibéricas de ativos imobiliários, mobiliários e alternativos”, justifica David Angulo, presidente da Dunas Capital Espanha.

Segundo o comunicado lançado pela entidade em Portugal "esta operação irá complementar a oferta de serviços da Dunas Capital nos fundos de investimento, planos de pensões e gestão de ativos imobiliários".

Recorde-se que a gestora portuguesa nascida em 2011, ganhou um caráter ibérico em novembro de 2015, depois de Leonardo Mathias, um dos sócios fundadores, ter alienado a sua posição de 50% na sociedade a um conjunto de investidores espanhóis.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos