“Desenvolvemos relações com sociedades especializadas em ETFs e ETCs”


No seguimento da entrevista concedida por Luís Carvalho, no início de agosto, à Funds People sobre o lançamento de CA Alternativo que completaria a oferta de produtos da CA Gest, o responsável pela área de investimento fala agora da estratégia de investimento daquele que é também o “primeiro fundo da entidade a ser lançado no âmbito do Novo Regime Jurídico dos Organismos de Investimento Colectivo, cuja regulamentação passou a prever uma nova tipologia de OIC constituída pelos OIC Flexíveis”.

O CA Alternativo surge ainda, segundo a instituição, “a complementar a oferta de soluções abertas da CA Gest, disponibilizando um fundo de perfil de risco 3 (numa escala de 1 a 7), ajustado ao perfil de risco do cliente do Crédito Agrícola e às exigentes condições dos mercados financeiros”.

Tendo sido identificada a oportunidade, a política de investimentos do novo fundo é orientada para a obtenção de rendibilidades positivas a prazo (prazo mínimo recomendado de 1 ano), independentes do ciclo económico e dos mercados financeiros, através de uma gestão ativa e dinâmica, fundamentais (no actual contexto) para o contínuo processo de reajustamento às condições de mercado, isto sem descurar um rigoroso controlo do risco e dos limites de perda máxima previstos no prospecto.

 

Chegar a todas as classes via ETFs e ETCs

Apresentando uma estratégia de investimento multi-ativoinvestindo em índices de obrigações, ações, instrumentos de curto prazo, mercadorias e imobiliário – o fundo adquire exposição às diferentes classes recorrendo ao investimento em ETFs e ETCs. “Estes instrumentos financeiros são extremamente eficientes na replicação de índices representativos de activos financeiros ou reais, sendo ainda transaccionáveis de forma ágil e competitiva”, assegura Luís Carvalho.

 

Privilegiar qualidade

A complementar o criterioso processo de análise e selecção dos Exchange Traded Products, “a CA Gest desenvolveu relações com sociedades especializadas em ETFs  e ETCs que garantem liquidez na execução das operações de compra e venda destes valores mobiliários”, conclui. 

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos