Tags: Gestores | Movimentos |

Dan Ivascyn nomeado novo CIO da PIMCO após a saída de Bill Gross


A PIMCO já encontrou substituto para Bill Gross. Daniel J. Ivascyn é o nombre escolhido. Subdiretor de investimentos da gestora desde janeiro deste ano, após a reorganização que esteve na origem da saída de Mohamed El-Erian. Ivascyn liderava até agora a equipa de carteiras de crédito hipotecário e mantinha diversas responsabilidades em estratégias de investimento alternativo. A Morningsar reconheceu, há uns meses, o seu trabalho e nomeou-o, em conjunto com Alfred Murata, o melhor gestor norte-americano de obrigações de 2013.

"Contamos com uma equipa madura de investidores de primeiro nível e com um processo de investimento macro e fundamental com provas dadas que guiará a nossa filosofia de investimento e continuará a dar serviço aos nossos clientes durante muitos anos”, afirma Ivascyn no comunicado no qual tornava público a sua nomeação.

Nos círculos de investimento, Ivascyn considerava-se um herdeiro natural de Gross, inclusivamente antes de conhecida a notícia de que ‘o rei das obrigações’ abandonava a gestora que fundou há 43 anos para se juntar à equipa da Janus Capital. O motivo? O seu excelente track record. O gestor do PIMCO Income Fund (38.000 milhões de dólares de ativos sob gestão), bateu 99% dos seus concorrentes a três e cinco anos, segundo dados compilados pela Bloomberg. Em 2013, o Income Fund alcançou uma rentabilidade de 4,8% (superando 97% dos seus peers) num ‘annus horribilis’ para o PIMCO Total Return Bond Fund, um dos fundos geridos por Bill Gross e que já acumulava dezasseis meses consecutivos de resgates.

Apesar do sombrio panorama que tem pela frente, Dan Ivascyn (44 anos) destaca-se por ter resistido ao pior da crise do subprime, quando apostou claramente por obrigações hipotecárias (titularizações de crédito)… e acertou em cheio: o preço dos títulos aumentou 32% em 2009, 21% em 2010. Apesar do recuo de 4% em 2011, a recuperação vivida pelo mercado imobiliário norte-americano a partir de 2012 contribuiu para que o MBS (mortgage baked securities) progredissem 28% nesse ano e 10% no ano passado.

Com mais de 20 anos de experiência, Ivascyn passou pela Fidelity Investments, T.Rowe Price e Bear Stearns antes de se juntar à PIMCO em 1998. Licenciado em Economia pelo Occidental College, tem um MBA em finanças analíticas pela Escola de Negócios da Universidade de Chicago.

Três novos gestores para o Total Return Bond Fund

Segundo comunicou a gestora norte-americana, Mark Kiesel, Scott Mathers e Mihir Worah vão passar a encarregar-se da gestão do Total Return Bond Fund. Ter-se-á que ver se a nova equipa será capaz de voltar a colocar o fundo como o maior produto de obrigações do mundo, como já foi durante muito tempo.  

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos