Tags: Pensões |

Crescimento nos fundos de pensões é de 6% em 2014


A mediana estimada do mercado, nos primeiros nove meses do ano, para os fundos de pensões é de 6%, segundo o relatório de setembro da consultora Mercer. Estes 6% são explicados por uma mediana de 6,9% no mercado obrigacionista, e de 6% no acionista. Analisando em termos individuais, são as obrigações de taxa fixa euro que mais puxam pelas rendibilidades, com a mediana a fixar-se em 8,7%, seguido das ações fora da Europa com 7,4%. Fechando o pódio as Obrigações não euro tiveram ganhos medianos de 5,3%.

Setembro, mês de quedas

Já o mês passado foi pautado pela queda nas rendibilidades medianas nos fundos de pensões, segundo a Mercer. A publicação da entidade mostra que a rendibilidade estimada caiu em 0,1%, embora as Obrigações de Taxa Fixa Euro tenham apresentado um valor positivo na ordem dos 0,2%.

Mas foram as ações fora da Europa que, ao caírem 1,2%, levaram a mediana para terrenos negativos. Segundo o relatório, os “confrontos na Síria, as eleições para a independência na Escócia e a tensão em Hong Kong” foram factores prejudiciais. 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos