Tags: Obrigações | Ações |

Crescimento do investimento em fundos de investimento internacionais


São mais de 1,4 mil milhões de euros investidos em unidades de participação de fundos de investimento internacionais que fazem parte das composições da carteiras das sociedades gestoras de fundos de investimento mobiliários, segundo os dados da APFIPP referentes ao mês de fevereiro.

De acordo com a APFIPP, no final de fevereiro o valor das carteiras das gestoras mobiliárias atingia os 13.053 milhões de euros, mais 2,675% do que no final do primeiro mês de 2014. Desse valor, mais de 14% estava investido em unidades de participação, no somatório entre nacionais (3,52%) e internacionais (10,76%).

Em sentido contrário

Em termos totais, as duas categorias seguiram em caminhos opostos, comparando os dois últimos meses. Enquanto as unidades de participação em fundos internacionais cresceram, face ao mês anterior, mais de 1% para os 1.404 milhões de euros, no mercado nacionais houve um decréscimo de 4,57%, para os 459 milhões de euros.

Caixagest é que mais investe

Entre as 14 entidades que têm em carteira unidades de participação, existem apenas quatros que têm mais de 100 milhões de euros investidos. Conjugando as duas categorias, é a Caixagest a entidade que mais dinheiro tem aplicado, com 643 milhões de euros. Esta entidade é a líder em ambas as categorias, com 143 milhões em termos nacionais e 499 em termos internacionais.

Acima de 100 milhões de euros também aparece a Millennium Gestão de Activos, a ESAF e ainda a Patris Gestão de Activos. A primeira fechou o mês passado com um total de 443 milhões de euros, enquanto a segunda terminou com 263 milhões de euros. Já a Patris Gestão de Activos fixou o seu valor em 133 milhões de euros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos