Tags: Consultoria |

Crescimento acima de 1% no primeiro mês do ano


O primeiro mês de 2015 fez aumentar os ativos sob gestão das gestoras de patrimónios do mercado doméstico em 1,2%, segundo o último relatório publicado pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP). No final do mês de janeiro as onze entidades representadas na Associação somavam 54.799 milhões de euros em património. De notar que estas entidades representam “90,8% do valor global das carteiras sob gestão discricionária”, cuja fonte é a CMVM.

Em termos homólogos, houve uma diminuição em 2,4%, já que em janeiro de 2014 o valor sob gestão era de 56.118 milhões de euros.

GNB - Gestão de Patrimónios volta a crescer

Entre as entidades com representação neste mercado, foi a GNB Gestão de Patrimónios aquela que mais cresceu em termos percentuais. Entre dezembro de 2014 e o primeiro mês de 2015 a entidade aumentou o seu património em 8,1% para os 2.805 milhões de euros.

Já em termos absolutos o maior aumento foi para a BPI Gestão de Activos que ultrapassou a barreira dos 7.000 milhões, tendo fechado o mês passado com 7.314 milhões de euros.

No cima da tabela, tudo na mesma. A Caixagest continua a ser a entidade com maior volume sob gestão, tendo atingido 21.777 milhões, seguido da F&C Portugal com 14.137 milhões de euros.

As gestoras de património em janeiro

Entidade Ativos sob gestão (em milhões) 
Caixagest 21 777,7 €
F&C Portugal 14 137,4 €
BPI Gestão de Activos 7 314,8 €
Santander Asset Management 5 087,9 €
GNB Gestão de Patrimónios 2 805,7 €
Crédito Agrícola Gest 2 056,5 €
Montepio Gestão de Activos 1 367,6 €
Patris Gestão de Activos 200,7 €
Dunas Capital 24,7 €
MNF Gestão de Activos 20,9 €
Orey Financial 5,5 €
Fonte: APFIPP a 31 de janeiro
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos