Contribuições para fundos de pensões perto de 220 milhões de euros


O último relatório publicado pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) evidencia que as contribuições para os fundos de pensões decaíram no último ano, já que no final do primeiro trimestre de 2014 ascendiam a 229 milhões enquanto que no final dos primeiros três meses de 2015 totalizavam 219 milhões de euros.

Ainda assim, houve um crescimento superior a 36,5% no que diz respeito às contribuições para os fundos abertos nos dois períodos em análise: passaram de 96,5 para 131,7 milhões de euros no espaço de um ano. Nos fundos fechados o movimento foi contrário, tendo estas passado de 132 milhões de euros, para os 87 milhões, no final do primeiro trimestre de 2015. 

Benefícios pagos aumentam

Já os benefícios pagos por fundos de pensões têm vindo a aumentar. De acordo com a ASF, no primeiro trimestre foram pagos 135 milhões de euros, sendo que a grande maioria foi através dos fundos fechados. Este valor total representa um aumento de 1,58% face ao montante pago no primeiro trimestre do ano passado. Ainda assim, houve um decréscimo nos fundos fechados de 124 para 121 milhões de euros, enquanto nos fundos abertos aconteceu um aumento superior a 50%, passando de 9,1 milhões de euros para 14 milhões, os benefícios pagos. 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos