Confiança na dívida pública nacional


Na terça-feira o Estado recomprou 50 milhões de euros em dívida que vencia em outubro do próximo ano, de um montante total de 8.200 milhões de euros. Ontem, realizou um leilão de dívida pública com o montante total de 1.250 milhões de euros, distribuídos por Bilhetes do Tesouro a 6 e a 12 meses.

A fraca procura na recompra da dívida e a grande procura na emissão de novos títulos mostra que os investidores têm confiança na dívida nacional.  Segundo Filipe Silva, responsável pelo mercado de dívida no Banco Carregosa, “os investidores estão interessados em deter dívida portuguesa, quer por toda a conjuntura e pelo risco que baixou bastante, quer também por falta de melhores alternativas de investimento”.

No processo de recompra, o Estado recomprou os 50 milhões de euros a um preço de  104,3, com a taxa de cupão de 3,35% o que numa yield de 0,58%. Já no leilão de ontem, o IGCP colocou no mercado Bilhetes do Tesouro (BT) a 6 meses a uma taxa de 0,42% tendo adquirido 320 milhões de euros. Já nos BT a 12 meses a taxa foi de 0,602% tendo sido colocados 930 milhões de euros.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos