Tags: Negócio |

Comissões líquidas duplicam num ano no Banco BiG


O Banco de Investimento Global (BiG) apresentou as suas contas relativas aos primeiros nove meses do ano, tendo o lucro da entidade atingido praticamente os 62 milhões de euros, no período entre janeiro e setembro.

Também o produto bancário da entidade cresceu, tendo fechado o período em análise com mais 46% do que no período homólogo, somando os 157 milhões de euros. Este crescimento foi “resultado dos proveitos das atividades de investimento e crédito, e da duplicação dos proveitos de comissões, que compensaram o ligeiro decréscimo da margem financeira (-8,8%)”, diz o comunicado da instituição.

De destacar, ainda, o aumento em 99% das comissões líquidas, que fecharam o período com mais de 9,2 milhões de euros, face aos 4,6 milhões dos primeiros nove meses do ano passado.

Ativos sob gestão crescem 63%

Os denominados Ativos sob Supervisão, que englobam os ativos sob gestão, os ativos sob custódia e os depósitos de clientes, tiveram um incremento de 62,9%, para os 2.872 milhões de euros.  A rúbrica dos depósitos de clientes, por seu lado, registou um aumento de 23% para os 775 milhões de euros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos