Tags: Pensões |

Certificados de Reforma fecham ano com rendibilidade acima de 6%


A 16 de dezembro do último ano os Certificados de Reforma, geridos pelo Estado português, totalizavam um valor de mercado de quase 33 milhões de euros. A sua valorização média nos últimos doze meses foi de 6,48%, enquanto nos últimos três anos foi de 5,54% de forma anualizada.

A dívida pública dos países pertencentes à OCDE, excepto os títulos nacionais, totalizavam mais de metade da carteira (cerca de 54%) e tiveram uma rendibilidade nos últimos doze meses de 6,71%. As ações continuam a ser os ativos que maior retorno deram ao produto, com a sua rendibilidade nos últimos doze meses a atingir os 9,53%, sendo que representam “somente” 20% da carteira total. Já a dívida pública portuguesa representa um pouco mais de 25% da carteira e teve, em 2015, uma rendibilidade a rondar os 8,30%.

Saldo positivo entre entradas e saídas

Analisando as entradas e as saídas, verificamos que tem havido saldo positivo. Tal como nos sugere o gráfico abaixo, o valor de mercado tem vindo a crescer devido, não só às rendibilidades mas também às captações positivas que este produto estatal tem apresentado.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos