Tags: Negócio |

Carteira do Banco Invest cresce 6,1% entre janeiro e maio


Na sua atualização mensal, através do Invest Monthly, a carteira do Banco Invest cresceu 1,1% no mês passado, que se traduz numa subida em 2014 de 6,1%, bem acima dos 4,4% do seu benchmark. “Durante o mês não se efetuaram alterações na alocação de ativos. Mantemos a preferência pelas ações europeias, em particular pelos mercados europeus periféricos”, refere Paulo Monteiro da Invest Gestão de Activos. “As avaliações permanecem atrativas num cenário de recuperação económica”, justifica.

Já nas obrigações, “mantém-se a exposição ao segmento de High Yield europeu, sobretudo pelo carry proporcionado e não tanto pela expectativa de estreitamento de spreads de crédito”, afirma Paulo Monteiro.

O mês de maio visto pela equipa

Portugal teve um comportamento contrário à maioria dos mercados europeus, já que o PSI20 caiu 4,6% e os mercados europeus apresentaram subidas no mês passado, com o Eurostoxx-50 a crescer 1,4% e o Dax-30 a subir 3,5%.  Além da subida dos mercados europeus, também do outro lado do Atlântico o mercados tiveram um comportamento positivo, com o S&P500 a crescer 2,1% e o Nasdaq-100 a valorizar 4,3%. Além dos mercados acionistas, a equipa da gestão de ativos destaca os ganhos nas “obrigações de dívida privada. Na Europa, os spreads de crédito Investment Grade e High Yield terminaram o mês no 66 e 256 pontos, respetivamente”, explicam.

No relatório, a equipa da Invest Gestão de Activos também destacou o fim do programa de assistência financeira e o primeiro leilão de BT após a “saída limpa”.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos