Tags: Negócio | Movimentos |

Carlos Álvares é o novo presidente do Popular em Portugal


Após a morte de Rui Semedo na semana passada, Carlos Álvares, de 56 anos, foi nomeado presidente do Popular em Portugal. Desde 2011 que Carlos Álvares era o número dois da entidade, e como diretor geral da área de Negócios assumia responsabilidades de negócio da Rede Comercial, Banca Corporativa, Banca Privada, Marketing, Comunicação e Qualidade.

No comunicado oficial da entidade espanhola pode ler-se que Carlos Álvares iniciou a sua carreira em 1981 nos Correios e Telecomunicações de Portugal, tendo em 1984 começado a sua etapa no sector financeiro como auditor interno do Banco Português do Atlântico. Em 1988 integrou o Grupo BCP, onde entre as várias funções desempenhou os cargos de diretor geral de Banca Corporativa ou de diretor geral de Banca Privada. Foi em 2011 que entrou no Popular Portugal.

Numa entrevista à Funds People Portugal, publicada na revista do terceiro trimestre de 2014, e na qualidade de administrador da área comercial do Banco, Carlos Álvares referia que “a cultura do Popular é de grande proximidade e horizontalidade no que diz respeito às hierarquias”. Frisava também que o objetivo fundamental a cumprir na instituição é “um permanente foco no cliente”.

Carlos Álvares é Licenciado em Organização e Gestão de Empresas pela Universidade Católica Portuguesa e, segundo o comunicado da entidade, o profissional desde que iniciou funções no banco, “contribuiu de forma decisiva para fortalecer o modelo de negócio das PMEs”. 

O Mais Lido

Próximos eventos