Tags: Negócio |

Captações líquidas: qual o cenário entre os fundos de obrigações portugueses?


No mês passado, as captações líquidas no mercado nacional de fundos de investimento totalizaram mais de 51 milhões de euros. Foi o primeiro mês, desde abril, que o saldo entre subscrições e resgates conseguiu ser positivo. Olhando apenas para os fundos de obrigações, segmentados em três categorias pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP, o saldo é negativo, com os resgates a serem mais elevados do que as subscrições em cerca de 25 milhões de euros.

Apesar do saldo negativo, alguns produtos conseguiram ter mais subscrições do que resgates. Nestas condições encontramos sete produtos das mais de duas dezenas de fundos de obrigações existentes no mercado nacional.

O fundo de obrigações que registou maior volume em captações líquidas em agosto foi o Caixagest Obrigações. Gerido pela Caixagest, o fundo registou um saldo entre subscrições e resgates de 4,5 milhões de euros. Face ao mês de julho, houve um aumento de quase 90% em termos de valores monetários.

O BPI Obrigações Mundiais foi o segundo produto, dos que investem em obrigações, que apresenta maiores captações líquidas em agosto. O montante cifrou-se em quase 2,5 milhões de euros, o que corresponde, mesmo assim, a uma descida face ao volume captado por este produto da BPI Gestão de Activos no sétimo mês de ano. (leia mais sobre o valor captado pelo BPI Obrigações Mundiais no mês de julho).

Também gerido pela BPI Gestão de Activos figura o terceiro fundo de obrigações que conseguiu resistir aos ventos contrários que se fizeram sentir. Trata-se do BPI Euro Taxa Fixa que fechou o mês com 2,1 milhões de euros em captações líquidas.

Ainda acima de um milhão de euros

Além destes, mais dois produtos de outras duas casas de investimento registaram entradas acima de um milhão de euros. São eles: o Millennium Euro Taxa Variável e ainda o Caixagest Obrigações Mais. O primeiro, gerido pela Millennium Gestão de Activos, apresentou captações líquidas de 1,8 milhões de euros enquanto o segundo, da Caixagest, fixou o seu saldo em 1,7 milhões de euros.

Ainda de salientar são outros dois fundos que conseguiram em agosto captações líquidas positivas, embora com valores abaixo de um milhão de euros. Com 45 mil euros figura o Caixagest Obrigações Longo Prazo e com 12 mil euros o Optimize Europa Obrigações, gerido pela Optimize Investment Partners.

Fundos de obrigações com captações líquidas positivas em agosto

FundoGestoraCategoriaCaptações líquidas
Caixagest ObrigaçõesCaixagestObrigações Taxa Indexada4 510 600 €
BPI Obrigações MundiaisBPI Gestão de ActivosObrigações Internacional2 482 600 €
BPI Euro Taxa FixaBPI Gestão de ActivosObrigações Euro2 134 600 €
Millennium Euro Taxa VariávelMillennium Gestão de ActivosObrigações Taxa Indexada1 857 000 €
Caixagest Obrigações MaisCaixagestObrigações Euro1 779 400 €
Caixagest Obrigações Longo PrazoCaixagestObrigações Euro45 700 €
Optimize Europa ObrigaçõesOptimize Investment PartnersObrigações Internacional12 400 €
Fonte: APFIPP no final do mês de agosto de 2015
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos