Capital de Risco em constante movimento no segundo trimestre


Chegado o final do segundo trimestre do ano, é hora de fazer o balanço. O relatório trimestral sobre o mercado ibérico de Fusões & Aquisições, Private Equity & Venture Capital e Mercado de Capitais publicado pela TTR - Transactional Track Record - evidenciou mais de uma vintena de negócios com quase de 650 milhões de euros em transações. Este valor é o mais baixo dos últimos três trimestres embora seja superior ao registado no trimestre homólogo.

O número de transações também foi o mais baixo desde do segundo trimestre do ano passado, tendo atingido os 24 negócios. Deste número, 15 resultaram de fusões e aquisições, 5 em venture capital e os restante 4 foram negócios de private equity.

Em termos de volume de negócios, aquele que maior montante atingiu foi a compra da Providência pelo PGI Polímeros do Brasil que atingiu os 180 milhões de euros. Já o segundo maior negócio foi a compra da Ocidental Seguros e da Médis por parte do Grupo Ageas com o montante a ultrapassar os 122 milhões de euros.

Quatro negócios em private equity

Em termos de private equity, o maior negócio com a compra do Espaço Casa por parte da Explorer III num total de 21 milhões de euros. Também a H3 Brand South America se destacou ao ser comprada pelo Fundo SC1 num montante que chegou aos 6 milhões de euros. Estas foram as maiores transações com números conhecidos até à data e divulgadas pela TTR.

Venture Capital com mais de 2,6 milhões de euros

Os negócios realizados através do venture capital ultrapassaram os 2,5 milhões de euros, sendo apenas conhecidos valores de três do cinco negócios efetuados. O maior aconteceu com a Portugal Ventures e a Faber Ventures a adquirirem a Passworks, numa transação de um milhão de euros. As mesmas entidades compraram a Chic by Choice por 860 mil euros.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos