Caixagest com os fundos mais rentáveis do terceiro trimestre


O terceiro trimestre do ano não foi – definitivamente – dos mais positivos. Dos três meses que compõem esse período, apenas o primeiro foi francamente positivo, com muitos produtos a superarem os 3% de rendibilidade mensal. Nos restantes dois meses – agosto e setembro – as rendibilidade médias desceram e foram poucos os produtos que conseguiram 'resistir' à volatilidade e notícias negativas que chegavam aos mercados financeiros. 

Segundo os dados disponibilizados pela Morningstar, através da sua plataforma online, os três fundos com melhor desempenho nos últimos três meses são todos da responsabilidade da mesma casa de investimento: a Caixagest.

O fundo Caixagest Infraestruturas é o produto que melhor rendibilidade apresenta no período, com ganhos de 7,60%, sendo seguido de perto pelo Caixagest Private Equity com 6,17%. Já mais afastado figura o Caixagest Obrigações Longo Prazo. Este produto consegue ter uma rendibilidade de 2,92% no terceiro trimestre do ano.

O quarto produto mais rentável do trimestre foi o Montepio Taxa Fixa. Gerido pela Montepio Gestão de Activos o fundo regista uma subida de 2,81%. Destaque, neste fundo, para o facto de ter entrado na lista dos produtos cinco estrelas no início do trimestre e por lá ter continuado durante os três meses.

Com mais de 1% ainda surgem mais três produtos, geridos por três entidades diferentes: o BPI Euro Taxa Fixa, o Santander Multitaxa Fixa e ainda o Caixagest Oportunidades. O primeiro, gerido pela BPI Gestão de Activos registou uma valorização de 1,51%, enquanto o produto da Santander Asset Management superou os 1,33%. Já o produto da Caixagest ficou-se nos 1,22%.

“Defesa” como estratégia de ataque

Entre os restantes produtos existem alguns que merecem destaque: é o caso do produto cinco estrelas - Invest AR PPR  - gerido pela Invest Gestão de Activos e que alcança 0,47% de rendibilidade no período em análise. Outro exemplo é o do maior produto do mercado nacional - Caixagest Liquidez - que registou, nos últimos três meses, uma ligeira rendibilidade positiva de 0,05%.

Dos cerca de 30 produtos que apresentam ganhos positivos no terceiro trimestre do ano, nenhum é considerado como “fundo de ações”. Na lista são os fundos “fixed income” e de mercado monetário que vincam a sua presença, como é o caso do CA Monetário da CA Gest, do Popular Tesouraria da Popular Gestão de Activos ou ainda do NB Liquidez da GNB Gestão de Activos.

Os fundos com rendibilidade positiva no último trimestre

para aumentar

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos