Tags: Emergentes | Latam | Ações |

Brasil: Os dois novos fundos da Itaú Asset Management


A Itaú Asset Management acaba de lançar dois novos produtos dirigidos a  investidores brasileiros. Um dos fundos baseia-se em BDRs (Brazilian Depositary Receipts), e outro nas cinquentas maiores empresas locais listadas no Brasil.

Garantir liquidez

Sobre o primeiro fundo, que será composto por 20 BDRs não patrocinadas na bolsa, ao portal brasileiro Infomoney, a gestora afirmou que “para a construção da carteira, será utilizado um índice onde a ponderação do peso dos ativos será feita através de múltiplos que espelham os fundamentos (fundamentais) das empresas, para além de filtros de liquidez, garantindo que os maiores pesos da carteira estarão concentrados nas ações de maior liquidez, além de fundamentos mais sólidos”, afirma a gestora.

O fundo tem como principal objectivo garantir o acesso dos investidores às principais empresas dos EUA, e estará acessível a todos os segmentos do banco: Pessoa física, Private Banking e Institucional.

Responder à procura crescente

O segundo fundo, o FTSE RAFI, por outro lado, vai seguir o índice das 50 maiores empresas brasileiras, o IBrX-50. Para a construção da carteira do produto foram ainda utilizados filtros de liquidez e de concentração por emissor, ambos aliados à metodologia fundamentalista.

À publicação brasileira, Marcelo Fatio, superintendente de Itaú Asset Management, referiu que na entidade procuram “oferecer fundos para atender à crescente procura por produtos diferenciados com estratégias predefinidas de foram a superar o desempenho dos índices tradicionais”.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos