Brasil: a nova contratação do Itaú Asset Management em detalhe


Como já lhe demos conta aqui, depois de cinco anos como CEO da Itaú AGF no Chile, Wagner Guida vai voltar ao Brasil para assumir o cargo de responsável de distribuição do Itaú Asset Management para o segmento institucional, corporativo e de distribuidores externos. Para além disso será também responsável pelo desenvolvimento de negócio de ETF, que está sob a marca It Now!, na Itaú Holding. 

Wagner Guida irá começar a desempenhar o seu papel em junho, em São Paulo. O profissional é formado em Engenharia Civil pela Universidade de Brasília e tem ainda um MBA de finanças pela Fundação Getúlio Vargas. Em 2008 começou a trabalhar no Itaú Private Bank, e um ano depois foi nomeado CEO da parte de asset management, no Itaú do Chile. Anteriormente tinha trabalhado dois anos na HSBC, tendo depois ocupado funções na FUNCEF durante cinco anos. 

Em julho de 2009, quando Wagner Guida assumiu o comando do Itaú AGF no Chile, a gestora tinha uma quota de mercado de 2,96%, com cerca de 920 milhões de dólares sob gestão nos seus fundos de investimento, segundo as estatísticas da AAFM. No final de 2014, a participação na indústria da AGF no Chile ascendeu a 4,22% com mais de 1.860 milhões de dólares. Ou seja, o património da gestora duplicou nos últimos cinco anos, antes de se concretizar o resultado do processo de fusão com a CorpBanca e antes de se saber como se estruturará o negócio de gestão de ativos da entidade resultante. 

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos