Tags: Pensões |

BPI Valorização é o fundo de pensões com mais ativos sob gestão


Os dados Morningstar, que analisam 58 fundos de pensões, mostram que o total do património sob gestão dos fundos de pensões atinge os 1,2 mil milhões de euros. A média dos 58 fundos analisados é de 21 milhões de euros, bem abaixo dos cerca de 150 milhões de euros que o maior fundo tinha sob gestão no final do mês de setembro. Logo depois do BPI Valorização aparece o PPR Futuro 5 Estrela com um património sob gestão  de 138 milhões de euros. Existe ainda mais um fundo de pensões com mais de 100 milhões de euros de património, o ES Multireforma tem quase 125 milhões de euros de património e é gerido pela ESAF.

A composição do fundo de pensões

Para a APFIPP, o BPI Valorização pertence à categoria de Fundos de Pensões Abertos (Adesões Individuais e Colectivas) de Categoria C, ou seja, tem em carteira entre 15% e 35% de ações. No final de setembro, o fundo de pensões era constituído, maioritariamente, por obrigações (50,22% da carteira). Já as ações representam 28,71%. Em termos individuais, a maior posição pertence ao ETF iShares MSCI Japan, com 3,47% da carteira. Os outros dois lugares do top 3 pertencem às obrigações alemãs de longo prazo com o prazo de maturidade em 2022 e às obrigações norte-americanas de curto prazo, com apenas um mês até à maturidade com 3,37% e 3,25%, respetivamente.

Já o fundo gerido pela Futuro, que pertence ao grupo Montepio, para a APFIPP pertence à categoria C dos Fundos Poupança Reforma. Tem como posições dominantes Obrigações do Tesouro portuguesas com maturidade em 2016 (4,57% da carteira). Logo depois aparece um depósito da Caixa Económica Montepio Geral com 4, 28% da carteira. A fechar o pódio vem um Fundo de Investimento Imobiliário – VIP – com 4,11% da carteira.

Já no ES Multireforma, a maior posição pertence ao fundo harmonizado ES-European Equity, com 11,4% da carteira. Logo depois aparece o fundo Active Allocation que detém 10,3%. Também o terceiro lugar pertence aos fundos harmonizados, desta feita ao ES-Global Enhance com 4,95% da carteira. Para a APFIPP este fundo de pensões pertence à categoria B dos Fundos de Pensões Abertos.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos