BPI Ibéria vence prémio de melhor fundo nos Euronext Lisbon Awards


Mais uma vez a Euronext voltou a premiar vários atores do mercado de capitais, naquela que foi a quarta edição do ‘Euronext Lisbon Awards’. Desta vez na cerimónia levada a cabo na Culturgest, foi a BPI Gestão de Activos que levou para casa o prémio de ‘Investment Fund/Open Pension Fund in Portuguese stocks’, mais propriamente com o fundo BPI Ibéria a sair vencedor.  O prémio foi recebido pelas mãos da gestora do produto, Catarina Quaresma Ferreira, e ainda por Carla Fonseca da entidade.

Como já é habitual, este prémio foi entregue por José Veiga Sarmento, presidente da APFIPP, Associação em parceria com a qual é desenvolvido esta menção honrosa. Destaque-se ainda que da lista dos nomeados a este galardão, estavam dois fundos da Banif Gestão de Activos: o Banif Acções Portugal e o Banif Ibéria.

Do restante rol de prémios salienta-se o prémio de melhor casa de Research, que tal como na edição passada foi arrecadado pelo Banco Português de Investimento.

O evento teve no seu encerramento as palavras de António Pires de Lima, Ministro da Economia, que reforçou as várias medidas que o Executivo tem levado a cabo para fomentar o investimento. Salientou concretamente a “aprovação Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo”, que “irá permitir transferir a tributação para a esfera do investidor tornando os fundos de investimento nacionais mais competitivos face aos estrangeiros”.

Outros prémios

Nas restantes categorias de prémios, tempo ainda para referir a EDP Renováveis que foi agraciada com o prémio de “Listed company – Best Performance – Compartment A” e F. Ramada, que levou para casa o título de “Listed company – Best Performance – Enternext”.

À Morgan Stanley coube o prémio de “Market member – Most Active Trading House in Shares”, enquanto o título de “Market member – Most Active Trading House in Shares - Enternext” foi atribuído ao Banco Português de Investimento, a par do prémio de “Market member – Most Active Trading House in Bonds”.

No caso do Commerzbank, as distinções também foram duas: “Market member – Most Active Trading House in ETF” e “Market member – Most Active Trading House in Warrants”. Ao Banco Comercial Português  foi atribuído o prémio de “Market member – Most Active Trading House in Certificates”, ao passo que na categoria de “Market member – Most Active Trading House in Derivatives Market”, o BBVA saiu vencedor.

No prémio “Nº1 IPO & Seasoned Equity Offer House” os distinguidos foram o Deutsche Bank e a J.P. Morgan. A levar para casa o prémio de “N.º1 Corporate Bond House” esteve a Caixa BI.

No âmbito das sociedades de advogados, o prémio de “Most Active Law Firm in Shares” coube à Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados”, enquanto que o título de “Most Active Law Firm in Bonds” foi para a Vieira de Almeida & Associados.

No âmbito académico, na categoria de “Best Scientific Research on Portuguese Capital Markets – Master’s Thesis” o premiado foi Pedro Gonçalves Ferreira com o trabalho “O mercado de capitais e a atividade económica: uma análise do caso português”, enquanto o “Best Scientific Research on Portuguese Capital Markets – PhD Thesis and Published Articles” coube ao trabalho “The Impact of the 2008 and 2010 financial crises on the hurst exponents of international stock markets: implications for efficiency and contagion” de Paulo Horta, Sérgio Lagoa e Luís Martins.

Ainda na categoria de “Best Capital Market Promotion Event – Dedicated to institutional investors” , saiu vencedora a XI BPI Iberian Conference, ao passo que a Iniciativa de Promoção Investidores de Retalho Millennium BCP foi reconhecida na categoria de “Best Capital Market Promotion Event - Dedicated to retail investors”.

O “Best Media Article”, por seu lado, coube ao Jornal de Negócios com o artigo “Abutre da Argentina ataca Portugal Telecom” de Raquel Godinho.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos