Tags: Consultoria |

BPI Gestão de Activos lidera crescimento efetivo na gestão de patrimónios desde o início do ano e em maio


Uma diminuição ligeira no montante gerido pela indústria de gestão de patrimónios: assim foi maio, segundo o que relata a APFIPP na sua mais recente nota informativa sobre este segmento de negócio. Conforme lhe explicámos aqui, o volume sob gestão total das gestoras de patrimónios nacionais recuou 0,3% no quinto mês do ano totalizando no período 56.533,1 milhões de euros. Quando olhamos para o início do ano, por outro lado, denota-se um aumento no montante sob gestão desta indústria que supera os 4%.

BPI GA: a ‘estrela’ desde o início do ano e em maio

Em maio o grande destaque em termos de crescimento absoluto vai para a BPI Gestão de Activos. A gestora viu o seu volume gerido aumentar 87 milhões de euros no período, o que, em termos percentuais se traduz num acréscimo de 1,1%. No término do quinto do mês do ano a entidade superou a barreira dos 8.000 milhões de euros em ativos sob gestão e dispõe agora de uma quota de mercado de 14,3%. Igualmente, desde o início, esta é a sociedade gestora de patrimónios em destaque, já que consegue alcançar o maior crescimento em termos absolutos, que se cifra em 1.118,2 milhões de euros. Já ao nível percentual, é a Dunas Capital que ‘arrepia’ caminho de janeiro a maio. Nestes cinco meses do ano a gestora arrecada um aumento de 26,2% no montante gerido, para os 29,3 milhões de euros de ativos sob gestão.

Voltando ao mês de maio, há que salientar o nome da Montepio Gestão de Activos. A gestora de patrimónios foi quem mas avançou no período em termos percentuais, assistindo a um crescimento de 2,7%, para os 1.438,2 milhões de euros de património gerido.

Topo do Ranking das gestoras intocável

A ordenação das maiores gestoras de patrimónios manteve-se inalterada face abril. A Caixagest continua a ser a líder no segmento da gestão de patrimónios, com 22.685,2 milhões de euros de ativos sob gestão. Segue-se a F&C Portugal, que desde o início do ano consegue um crescimento percentual de 0,9%, apresentando no final de maio um montante gerido de 14.155,5 milhões de euros.

O terceiro posto desta lista cabe à BPI Gestão de Activos, que apresentava em maio uma quota de mercado de 14,3%. Como já referido, a entidade acumula no quinto mês do ano 8.078,4 milhões de euros de ativos sob gestão, o que compara com os 6.960,1 milhões de euros do final do ano passado.  A Santander Asset Management, embora apresente uma ligeira queda no montante gerido, tanto mensalmente, como desde o início do ano, continua a ocupar o quarto lugar deste ranking, com 4.807,8 milhões de euros de património gerido.

Evolução das gestoras de patrimónios

 Fonte: APFIPP, a 30 de maio. Os montantes geridos por estas entidades representavam 91,0% do valor total de gestão individual de ativos em Portugal.
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos