Tags: Negócio |

BPI Gestão de Activos e Caixagest andaram “par a par” nas captações em julho


Muito embora as rentabilidades dos fundos de investimento mobiliário nacionais tenham conseguido ser mais positivas do que em junho, as informações agora reveladas pela APFIPP mostram que os ativos sob gestão dos  fundos de investimento mobiliário caíram no sétimo mês, mais concretamente 1,4% para os 11.422,9 milhões de euros.

Segundo o que revela a Associação nos seus dados sobre período, a indústria de fundos mobiliários nacional apresentou um fluxo de saída total que ascendeu a 877,3 milhões de euros, e que se traduziu num saldo líquido negativo entre entradas e saídas no montante de 244,9 milhões de euros, já que as subscrições foram de 632,4 milhões de euros, no mês. 

BPI GA e Caixagest no mesmo patamar de entradas em julho

Olhando para o contributo de cada entidade no mês, no que toca às entradas de dinheiro, verifica-se que a BPI Gestão de Activos continua a sua “boa forma” ao nível das subscrições, depois de em junho ter subido um lugar no ranking das maiores gestoras de FIM do mercado nacional. A sociedade gestora registou o maior saldo de subscrições menos resgates no mês, com entradas de 71,1 milhões de euros no período. Desde o início do ano a entidade já cresceu 7,6%, gerindo no final do mês de julho 2.053,1 milhões de euros, o que configura uma quota de mercado de 18%.

A Caixagest apresentou no mês de julho um valor muito próximo da BPI Gestão de Activos no que toca ao saldo entre subscrições e resgates. A entidade conseguiu captações líquidas de 71 milhões de euros, o que lhe permitiu ter avançado para uma quota de mercado superior a 35%, alcançando 4.027,6 milhões de euros de património gerido.

Para a Crédito Agrícola Gest o sétimo mês do ano foi uma altura de recuperação nos ativos geridos. A entidade conseguiu subscrições líquidas de 10,4 milhões de euros, tendo sido assim a terceira gestora com maior volume de captações líquidas no mês.

Mês de nuances específicas no que toca a resgates

Como já referido, o mês de julho caraterizou-se por um resgate líquido na indústria de 244,9 milhões de euros. No mês há que apontar a liquidação de um fundo da Caixagest, no caso o Caixagest Mix Emergentes - FIA, procedimento que representou reembolsos adicionais no valor de 10,4 milhões de euros.

Outro caso particular, teve que ver com a Santander Asset Management, que no mês, segundo a Associação, alcançou subscrições líquidas negativas de 350 milhões de euros. A este nível há que realçar uma situação particular e isolada, que está relacionada com factores externos ao mercado português. A APFIPP esclarece que na sequência da entrada em vigor nos EUA da Volker’s Rule, no dia 21 de julho, existiu “uma limitação das atividades de trading”, e do “tipo de participações detidas por instituições financeiras integradas em grupos cotados nos EUA”. Desta forma, as entidades que integram o Grupo Santander Totta resgataram no mês cerca de 335 milhões de euros que detinham no fundo Santander Multiobrigações. Este tratou-se portanto de um caso isolado, sem repercussões para os participantes do fundo. 

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos