Tags: Consultoria |

BPI Gestão de Activos cresce quase 50% num ano


Os últimos doze meses foram marcados por alguns acontecimentos que ‘abanaram’ a confiança que reinava nos mercados financeiros nacionais. Entre fevereiro de 2014 e o final do mês passado, os ativos sob gestão das gestoras de patrimónios nacionais tiveram uma queda residual de 0,9%, ou seja, cerca de 500 milhões de euros, segundo os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP). Esta queda fez com que no final de fevereiro o montante sob gestão atingisse mais de 56.282 milhões de euros.

Entre as onze entidades registadas na Associação, apenas duas conseguiram crescer mais de dois mil milhões de euros: a BPI Gestão de Activos e ainda a Caixagest.

A BPI Gestão de Activos apresenta mesmo o maior crescimento percentual, com o incremento a ser de quase 50%, passando de 5.137 milhões de euros para mais de 7.600 milhões de património gerido. 

Já o crescimento na Caixagest foi de 2.213 milhões de euros, sendo que em termos percentuais se situou em cerca de 11%, para mais de 22.500 milhões de euros.

A Santander Asset Management foi a terceira entidade que mais cresceu, tendo a sua subida ultrapassado os 800 milhões, com a gestora de patrimónios a fechar o mês passado com mais de 5.110 milhões de euros em volume sob gestão.

As entidades que mais cresceram no último ano (ativos sob gestão em fevereiro de 2014 e 2015)

Carregue aqui para ver em maior

Fonte: APFIPP no final de fevereiro
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos