Bolsas europeias no vermelho


As principais praças europeias fecharam hoje a desvalorizar, tendo o PSI 20 caído 0,73% para os 5.994,560 pontos. Madrid desvalorizou 0,58%, Paris 0,73% e Frankfurt 0,37%.

Na NYSE Euronext Lisboa foram 10 as empresas a caírem, 8 a crescerem e 2 mantiveram os mesmos resultados da última sessão. 

Rui Bárbara, do Banco Carregosa, refere que “o facto que destaco deste dia nos mercados é a reacção negativa do mercado norte-americano. Ao terceiro dia de shut down  foi visível um aumento, ou aparecimento de um nervosismo que relacionamos com o shut down. Inicialmente, os investidores não levaram o assunto muito a sério, mas  começam agora a acreditar que se pode chegar a um ponto em que a intransigência das partes se agudiza. Pior, há já quem comece a questionar a possibilidade de, no dia 17 de Outubro, não haver acordo quanto ao aumento do limite do endividamento nos EUA. Se não houver acordo neste ponto, os EUA simplesmente ficam impedidos de emitir dívida, o que está a criar receios nos investidores

Na banca o final de sessão foi positivo, apenas com o BCP a cair 1,04% para os 0,095 euros. Destaque para o Banif que fechou a valorizar 10,0% para os 0,011 euros. O BPI fechou a crescer 0,63% para os 0,959 euros, enquanto o BES valorizou 0,36% para os 0,843 euros .

Na energia o final de sessão não foi o melhor, já que todas as empresas encerraram a cair. A EDP renováveis caiu 1,46% para os 3,789 euros, enquanto a EDP fechou a cair 0,37%. A Galp foi também um dos pesos pesados a contribuir para o mau resultado do índice português, já que caiu 1,80%. A REN, por seu lado, fechou a cair 0,54% para os 2,213 euros. 

Nas telecomunicações, há a referir o mau desempenho da PT depois dos bons resultados de ontem. A empresa fechou a cair 3,78% para os 3,484 euros. Com melhores desempenhos a Zon Optimus cresceu 0,13% para os 4,682 euros, enquanto a Sonaecom valorizou 2,04% para os 2,149 euros. 

As concorrentes retalhistas fecharam em posições opostas: a Jerónimo Martins conseguiu valorizar 0,94% para os 14,440 euros, enquanto Sonae SGPS desvalorizou 0,11% caiu 0,939 euros. 
 

O Mais Lido

Próximos eventos