Tags: Obrigações | Ações |

Bolsa portuguesa sobe em véspera de Natal


Em véspera de Natal e apesar do mau tempo que se faz sentir em território nacional, o cenário foi positivo na praça portuguesa assim como nos mercados acionistas europeus. Madrid valorizou 0,63%, Paris 0,07% e Frankfurt 0,94%. 

O PSI 20 encerrou a valorizar 0,09% para os 6.616,62 pontos com oito ações a subirem, oito a descerem e quatro a verem o seu preço inalterado face à sessão anterior. 

Nesta que foi a quinta sessão consecutiva de ganhos, as ações do BCP foram as que registaram a maior subida, 2,34% para 0,175 euros. Ainda no sector financeiro, o BES e o Banif mantiveram-se inalterados nos 1,068 e 0,010 euros, respetivamente enquanto o BPI recuou 0,56% para os 1,253 euros. 

Entre as energéticas, a EDP subiu 0,72% para 2,654 euros, a EDP Renováveis cresceu 0,34% para 3,837 euros e a REN progrediu 0,67% para 2,246 euros. A Galp Energia foi uma das responsáveis pelo abrandar dos ganhos na sessão desta terça-feira, tendo desvalorizado 1,84% para os 11,750 euros. 

Outra ação que também pressionou negativamente a bolsa portuguesa foi a Mota Engil que viu o seu preço baixar para 4,357 euros, correspondendo a uma variação negativa de 1,65%. 

Nas telecomunicações, a Portugal Telecom recuou 0,92% para os 3,230 euros, a Sonaecom não sofreu quaisquer alterações, mantendo-se nos 2,506 euros e a Zon Optimus valorizou 0,08% para os 5,230 euros. 

A retalhista Jerónimo Martins encerrou em terreno negativo nesta véspera de Natal com uma perda de 0,28% para os 14,150 euros enquanto a Sonae SGPS se manteve inalterada nos 1,052 euros. 

Próximos eventos