Tags: Obrigações | Ações |

Bolsa portuguesa fecha no verde animada por ganhos da PT


O PSI 20 voltou a fechar a sessão a valorizar, desta vez subindo 0,02% para os 5.652,410. No resto das congéneres europeias, destaque para o bom resultado de Madrid que encerrou a valorizar 1,45%. Já Paris e Frankfurt encerraram no vermelho, caindo 0,43% e 0,20%, respectivamente.

Na NYSE Euronext Lisbon, o final de sessão registou mais descidas do que subidas. Foram 13 as empresas cotadas a ver as suas acções cairem; 5 subiram os seus valores e 2 mantiveram os resultados de ontem.

Francisco Almeida, da Orey Financial, descreve que  "o mercado Português continuou o comportamento positivo das últimas sessões, ainda que a publicação do índice de actividade manufactureira publicada pela Reserva Federal de Richmond tenha penalizado já na última hora de negociação. O PSI20 chegou mesmo a estar a subir 1,80% mas acabou por fechar praticamente inalterado a somar 0,02%. A principal acção em destaque foi a Portugal Telecom, que apesar da fraqueza vivida nas últimas sessões, subiu 4,56%. A subida das acções da OI na praça de São Paulo e a notícia de que a Telefónica irá adquirir a E-Plus à holandesa KPN promoveram o sector das telecomunicações".

O sector da banca foi o que saiu mais prejudicado deste final de sessão. Apenas o BPI encerrou no verde, valorizando 0,63% para os 0,957. A cair, o BCP protagonizou a maior desvalorização do sector, com -1,04% para os 0,095. O BES também em queda, desvalorizou 0,44% para os 0,682. Já o Banif manteve os mesmos resultados do fecho de sessão de ontem.

No sector energético, só a EDP encerrou a valorizar, tendo subido 0,20% para os 2,490. Já a Galp Energia foi quem mais caiu no dia de hoje neste sector, desvalorizando 0,04% para os 11,905. Já a REN, foi uma das empresas que manteve os mesmos valores de ontem.

No sector das telecomunicações, destaque para as acções da PT que foram as que mais valorizaram neste final de sessão na praça lisboeta. Subiram 4,56% para os 2,960. A justificar este valor esteve, como já foi referido em cima, a notícia de que a Telefónica chegou a acordo com a KPN para comprar a E-Plus na Alemanha. O resto do sector encerrou no vermelho. A Zon Multimédia registou mesmo a maior queda do dia, desvalorizando 2,53% para os 4,053. Já a Sonaecom caiu 0,39% para os 1,775.

Um fecho de sessão mau também para as duas empresas concorrentes no retalho. A Jerónimo Martins desvalorizou 0,03% para os 15,830, enquanto a Sonae SGPS caiu 2,26% para os 0,777. no mesmo cenário, a construtora Mota Engil desvalorizou 0,29 para os 2,734.

Profissionais

O Mais Lido

Próximos eventos