Tags: Obrigações | Ações |

Bolsa portuguesa encerra no vermelho


O PSI 20 fechou a cair 0,15% para os 6.354,240 pontos. Nas restantes congéneres europeias o cenário foi bastante idêntico e Madrid Caiu 1,57%, Paris 1,12% e Frankfurt  0,35%. Na NYSE Euronext Lisboa apenas 7 empresas cotadas encerraram no verde e as restantes registaram quedas. "O PSI20 encerra a sessão em terreno a perder 0.15%, num dia em que as congéneres europeias terminaram com quedas mais expressivas lideradas pelas financeiras, abandonando assim máximos de cinco anos", afirma Marisa Cabrita da Orey Financial.

A maior queda do dia foi registada pela Cofina encerrou a cair 1,83% para os 0,537 euros.

Na banca o final de sessão foi misto já que o BES caiu 1,46% e o Banif 1,25%, mas o BCP cresceu 0,36% para os 0,112 euros e o BPI 0,34% para 1,180 euros.

Nos pesos-pesados, apenas a Jerónimo Martins valorizou no dia de hoje, ao crescer 0,98% para os 14,99 euros. Do outro lado da balança, a Portugal Telecom caiu 1,35% para os 3,13 euros, a EDP deslizou 0,07% para 2,76 euros. A Galp Energia também caiu 0,08% para os 12,05 euros.

Destaque pela positiva, também, para a Mota-Engil que valorizou 0,16% para 3,75 euros; a ESFG cresceu 0,61% para os 5,13 euros, a Sonaecom valorizou 0,41% para os 2,45 euros e a Zon optimus avançou 0,78% para os 5,14 euros.

"Hoje foi ainda conhecido que a OCDE reviu em baixa as estimativas para o crescimento da economia global para este e para o próximo ano de 3.1% e 4% para 2.7% e 3.6%, respectivamente.  Para Portugal, a OCDE estima uma contracção de 1.70% para 2013 e um crescimento de 0.40% para 2014”, conclui a especialista.

Profissionais
Empresas

Próximos eventos