Tags: Obrigações | Ações |

Bolsa portuguesa encerra a cair mais de 1%


O PSI 20 terminou o final da sessão de hoje a cair 1,25% para os 6.416,740 pontos,  em linha com o resto da europa, mas também do mundo. Madrid caiu 0,67%, Paris 0,57% e Frankfurt 0,9%.

José Barroso, Gestor de Ativos, do Popular Gestão de Ativos, "o receio em torno da antecipação do início da retirada do programa de apoio à economia dos EUA, marcou negativamente o dia nos mercados europeus, apesar de um certo alívio na parte final da sessão. Este receio voltou a ser o tema principal nos mercados, devido ao número de empregos criados no mês de Novembro pelo sector privado nos EUA, que foi bastante superior ao estimado levando a pensar que haverá uma redução na taxa de desemprego nos EUA, indicador que será divulgado na próxima sexta-feira, e que é um dos dados que o FED tem em consideração para a decisão do “tapering”.

Na bolsa de Lisboa foram apenas 3 os “resistentes”. A Cofina encerrou a crescer 0,75% para os 0,535 euros, enquanto a ESFG valorizou 0,41% para os 5,109 euros.  A Portugal Telecom também conseguiu acabar a sessão no verde, subindo 1,09% para os 3,260 euros.

A maior queda do dia foi protagonizada pelo BES que caiu 3,04% para os 0,988 euros. Com uma queda ligeiramente acima de 1% ficou também Banif que recuou para os 0,009 euros.

No sector energético a maior queda do dia foi da EDP renováveis que caiu 1,43% para os 3,851 euros, enquanto a EDP recuou 0,62% para os 2,708 euros. A Galp caiu 2% e a REN 0,84%.

As quedas das duas concorrentes das telecomunicações foram na mesma ordem. A Zon Optimus encerrou a cair 1,52% para os 5,368 euros, enquanto a Sonaecom decresceu 2% para os 2,548 euros. 

Profissionais
Empresas

O Mais Lido

Próximos eventos