Tags: Obrigações | Ações |

Bolsa Portuguesa encerra a cair 0,11%


Num fecho de sessão na Europa pouco animado, o PSI 20 voltou a terreno negativo caindo, 0,11%. Nas congéneres europeias, apenas Madrid fechou no verde valorizando 0,96%. Paris caiu 0,96% e Frankfurt desvalorizou 0,17%.

Rui Bárbara, Gestor de activos do Banco Carregosa, explica a tendência europeia deste fim de sessão da seguinte forma: “o dia de hoje nos mercados europeus foi marcado por uma divergência entre os dados macro e a parte micro. Se por um lado os dados macroeconómicos como o desemprego em Espanha, conhecido hoje, têm vindo a apontar para uma estabilização do cenário macroeconómico na zona euro, já as apresentações de resultados referentes ao segundo trimestre por parte de algumas das maiores empresas europeias surpreenderam pela negativa. O resultado acabou por se traduzir numa ligeira queda por parte da maioria dos índices accionistas europeus, com excepção do Ibex.”
Na NYSE Euronext Lisbon, foram 12 as empresas cotadas a cair, 7 a subir e 1 a manter os mesmos valores de ontem.

No sector da banca, o fecho de sessão foi “misto”. O BPI encerrou a valorizar 2,24%, para os 1,07%, enquanto o BES valorizou 2,40% para os 0,724 euros. Em queda, o Banif fechou a desvalorizar 1,89% para os 0,053. O mesmo cenário para o BCP, que caiu 1,03% para os 0,096 euros.

No sector energético apenas a EDP e a REN encerraram no verde. A EDP valorizou 0,40% para os 2,530 euros, enquanto a REN subiu 0,96% para os 2,221. A Galp  caiu 0,33% para os 12,075 euros.

No sector das telecomunicações, foi onde se deu uma das maiores e significativas desvalorizações do dia: a PT encerrou em queda de 1,38% para os 2,850. A concorrente Zon Multimédia também encerrou no vermelho, com uma descida de 0,49% para os 4,040 euros.   A única empresa do sector a valorizar foi a Sonaecom, que subiu 1,65% para os 1,790 euros.

As retalhistas tiveram finais de sessão distintos. A empresa de Soares dos Santos encerrou no vermelho, caindo 0,83% para os 16,100 euros, enquanto a Sonae SGPS de Belmiro de Azevedo encerrou a valorizar 0,38% para os 0,787%. A Mota-Engil também com um dia mau, fechou a desvalorizar 0,78% para os 2,790 euros.

O Mais Lido

Próximos eventos