Tags: Obrigações | Ações |

Bolsa no verde no início da semana


Num dia em que as bolsas europeias corrigiram máximos de 5 anos, penalizadas pela publicação das perspectivas económicas da Comissão Europeia para a Zona Euro "o PSI20 encerrou em contraciclo ao subir 0.29% na sessão", conclui Marisa Cabrita, da Orey Financial, que acrescenta que "a Comissão Europeia manteve a previsão de um crescimento de 0.80% para economia portuguesa em 2014 e reviu em ligeira baixa a estimativa de crescimento do PIB do agregado da Zona Euro dos anteriores 1.20% para 1.10%. Adicionalmente, segundo a CE, a taxa de desemprego deverá manter-se nos 12.20%, acima dos 12.10% estimados em Maio". 

Nas restantes congéneres europeias, no entanto, o cenário foi diferente. No vermelho Madrid encerrou a cair 0,79%, Paris 0,82% e Frankfurt 0,31%.

Ricardo Almeida, da Patris Gestão de Activos, por seu lado, referiu que o “PSI20 destacou-se pela positiva, num contexto europeu de quedas generalizadas dos mercados de acções”.

Na NYSE Euronext Lisboa foram 12 as empresas cotadas a crescerem e 8 a caírem.

Na banca, apenas o BPI conseguiu encerrar a sessão no verde,  crescendo 0,88% para os 1,150 euros. Em dia de apresentação de resultados, o Banif caiu 1,24% para os 0,008 euros. O BES  desvalorizou 0,61% para os 0,986 euros, enquanto o BCP caiu 0,63% para os 0,110 euros. Ricardo Almeida sublinha que “as acções do BCP tiveram uma reacção modesta após serem conhecidos os resultados do terceiro trimestre, que foram, genericamente, melhores que a estimativa do consenso de mercado”.

Na energia o cenário foi mais positivo, e apenas a EDP Renováveis ficou no vermelho caindo 0,44% para os 4,067 euros. A EDP, por seu lado, conseguiu crescer 0,15% para os 2,710 euros. A Galp energia valorizou 0,28% para os 12,540 euros, enquanto a REN subiu 2,22% para os 2,240 euros.

Nas telecomunicações, destaque para a PT que num cenário de quedas no sector, conseguiu valorizar 0,09%. Em queda estiveram as concorrentes Sonaecom e Zon Optimus que caíram 0,77% e 0,19%, respetivamente.

As concorrentes Jerónimo Martins e Sonae SGPS encerraram ambas no verde, e a empresa de Soares dos Santos conseguiu mesmo a maior valorização do dia, de 2,64% para os 14,400 euros. A Sonae SGPS por seu lado cresceu 0,92% para os 2,437 euros.

Marisa Cabrita destacou também a Altri, "que encerra a sessão a somar 2.46% atingindo valores de Abril de 2010.”

Num resumo do dia Marisa Cabrita deu também importância à Jerónimo Martins, "que encerra a sessão a somar 2.64%. Apesar dos resultados apresentados algumas casas de investimento reiteram as recomendações para o titulo. 

Profissionais
Empresas

Próximos eventos