Tags: Obrigações | Ações |

Bolsa nacional volta aos ganhos


O PSI 20 voltou a terreno positivo tendo valorizado 0,21% para os 5.900,260 pontos. Também as restantes praças europeias regressaram ao verde. Madrid cresceu 0,53%, Paris subiu 0,16% e Frankfurt 0,21%.

Na NYSE Euronext Lisbon, foram 10 as empresas cotadas a valorizarem, 8 a descerem e 2 a manterem os mesmos resultados da sessão anterior.

O sector bancário e o da Energia foram os que mais contribuiram para que os ganhos do PSI 20 não tivessem sido maiores. Na banca apenas o BES valorizou 0,62% para os 0,816 euros. Em queda o BPI desvalorizou 0,86% para os 0,924 euros. A manterem os mesmos resultados da sessão anterior estiveram o Banif e o BCP.

Na energia apenas a Galp encerrou no verde, subindo 0,50% para os 13,060 euros. Em queda as duas EDP ficaram no vermelho: a renováveis desceu 0,10% para os 3,829 euros, enquanto a energia caiu 0,52% para os 2,684 euros. Também a REN fechou a cair 0,41%.

As telecomunicações foi o sector mais positivo, já que todas as empresas encerraram a subir. Uma das maiores valorizações do dia pertenceu à Sonaecom que subiu 4, 06% para os 1,922 euros. A Zon Multimédia por seu lado cresceu 1,76% para os 4,274 euros. A PT, mais modesta, subiu 0,41% para os 2,927 euros.

As concorrentes retalhistas fecharam novamente em sentido oposto. A Sonae SGPS a crescer 1,55% para os 0,853 euros, enquanto a Jerónimo Martins caiu 1,00% para os 14,815 euros.

Destaque para a construtora Mota-Engil que obteve a maior valorização do dia, subindo 5,49% para os 2,861 euros.

Próximos eventos