Tags: Obrigações | Ações | ETF |

BlackRock e Bloomberg criam uma função para ver a liquidez dos seus fundos cotados na Europa


A BlackRock e a Bloomberg anunciaram a criação de uma nova função para visualizar, no mercado europeu, a liquidez dos fundos cotados (ETF) da iShares. Esta função foi desenhada para reduzir a fragmentação do mercado e melhorar a liquidez e transparência do mesmo. A Bloomberg fornece uma informação integral utilizando os símbolos dos índices compostos europeus, que agregam dados sobre os volumes e negociação de todos os ETF da iShares tanto nas bolsas como nos mercados não organizados. Isto inclui dados de 22 praças europeias onde se negociam este tipo de produto financeiro, de acordo com o noticiado pela Funds People.

A título de exemplo, na Europa, o fundo iShares FTSE 100 está actualmente cotado em libras esterlinas em cinco bolsas europeias e em euros em quatro. Para determinar os volumes totais de negociação, no passado os investidores tinham que consultar até cinco símbolos diferentes para chegar a um total em libras esterlinas e quatro símbolos para chegar ao total em euros. A partir de agora, este volume total pode ser visualizado através de um único símbolo consolidado para libras esterlinas e outro símbolo consolidado para euros.
Para a gama completa de productos iShares, os investidores passam a necessitar apenas de 517 símbolos para ver os volumes, o que antes só era possível mediante o uso de mais de 1.385 símbolos, obtendo, ainda, um resumo instantâneo da liquidez total de uma forma mais eficaz.

Leland Clemons, responsável da equipa de mercados de capitales da iShares para a região da Europa, Médio Oriente e África considera que “esta perspectiva única sobre o volume dos fundos cotados dará maior transparencia ao negócio na Europa. Na iShares apostamos por trabalhar com os nossos sócios para melhorar a experiência do investidor neste mercado e ser pioneiros neste tipo de avanças tecnológicos para benefício dos nossos clientes”.

No entanto, nem todo o volume negociado em ETF é registado. A BlackRock pronunciou-se a favor da comunicação universal de todos os volumes negociados de acções, incluindo os fundos cotados, no seu Programa de Reformas para ETF em Outubro de 2011. De acordo com as últimas revisões da directiva dos mercados de instrumentos financeiros (DMIF), a negociação de fundos cotados será tratada como a negociação de acções para efeitos de comunicação, apesar da sua aplicação não estar prevista até 2014.

Empresas

Próximos eventos