Tags: Pensões |

Benefícios pagos pelos fundos de pensões crescem 2,8%


No final de 2013 o total de benefícios pagos pelos fundos de pensões em Portugal era de 526,3  milhões de euros, o que representa um acréscimo de 2,8% face ao final do ano de 2012. Os dados do Instituto de Seguros de Portugal, no seu último Relatório de Evolução dos Fundos de Pensões, indicam no entanto uma diminuição para cerca de metade nos benefícios pagos por estes produtos, quando comparado com o final do ano de 2011.

451,4 milhões nos fundos fechados de benefício definido

Nos fundos de pensões fechados também existiu um aumento nos benefícios pagos, que avançaram para os 486,8 milhões de euros, face aos 444,9 milhões de dezembro de 2012. Para este aumento, o maior contributo ficou a cargo dos fundos fechados de benefício definido, que no final de 2013 tinham aumentado em 10,2% os seus benefícios pagos, atingindo esse montante os 451,4 milhões de euros no final do ano passado.

Situação inversa aconteceu com os benefícios pagos pelos fundos fechados de contribuição definida. Se no final de 2012 os beneficiários destes fundos de pensões tinham recebido 987 mil euros, em dezembro de 2013 esse valor reduzia-se para 441 mil euros.

Benefícios em queda nos fundos abertos

Nos fundos abertos também os benefícios pagos por estes produtos, fecharam o ano de 2013 em queda. Esta é uma tendência que se verifica desde o final de 2011, altura em que os benefícios pagos por estes produtos eram de 94,6 milhões de euros, passando a 67 milhões um ano depois. Os dados divulgados pelo ISP indicam uma redução de cerca de 40% nos benefícios pagos face ao final de 2012, com um montante de 39,5 milhões de euros no fim do ano passado.

Grande contributo para esta redução deram os PPR, cujos benefícios pagos passaram de 34,9 milhões de euros em 2012, para 7,2 milhões no ano passado. A crescer estiveram os benefícios pagos pelos outros fundos abertos, que passaram de 30,9 milhões de euros, em 2012, para 32,2 milhões no final de 2013. As adesões individuais fecharam o ano passado com mais benefícios pagos do que no final de 2012, nomeadamente com 17,8 milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos