Tags: Negócio | Movimentos |

Barclays nomeia Carlos Brandão como Country Manager de Portugal


Depois de em Espanha ter sido anunciado que o CaixaBank irá ficar com o negócio retail e de gestão de patrimónios do Barclays, em Portugal as mudanças surgiram ao nível das hierarquias da instituição.

O Barclays anunciou a nomeação de Carlos Brandão como Country Manager de Portugal, sendo que o profissional irá presidir ao Comité de Gestão do país, que reúne os líderes das várias áreas de negócio presentes no mercado nacional - Personal and Corporate, Investment Bank e Barclaycard - e representará estas áreas perante o Banco de Portugal, CMVM, APB e demais reguladores e entidades externas.

Acumula funções

Segundo o comunicado divulgado pela entidade, Carlos Brandão irá acumular a função de Country Manager Portugal com a sua função actual de Chief Risk Officer do Barclays Portugal.  O profissional entrou para o Barclays Portugal em 2008 como membro da Comissão Executiva portuguesa, com responsabilidades nas áreas de Crédito, Risco e Collections & Recoveries.

Em 2012, na sequência da criação de um cluster ibérico, Carlos Brandão tornou-se membro da Comissão Executiva Ibérica, responsável pela área de Risco e Controlo em Portugal. É, desde Janeiro deste ano, o principal interlocutor do banco junto dos reguladores portugueses.

Licenciado em Economia, com um Master em Gestão e Estratégia Empresarial pelo ISEG e um Master em Gestão Comercial e Marketing pela Universidade Católica, Carlos Brandão detém uma vasta experiência no sector bancário, tendo trabalhado em instituições como o Banco Santander Totta e BBVA.

Steven Cooper, CEO do “Personal Banking” do Barclays afirmou: “Estamos certos que o Carlos Brandão continuará a proteger e construir o negócio do Barclays em Portugal e que a sua nomeação irá contribuir para a criação de valor, não só para o Barclays, como também para os seus colaboradores e, sobretudo, para os clientes”.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos