Tags: Negócio |

Banco BiG: Activos sob supervisão ultrapassam os 3 mil milhões de euros


Com o finalizar do primeiro trimestre do ano, as instituições financeiras apresentam os seus resultados referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março. O Banco BiG foi a última instituição a mostrar ao mercado os seus resultados, com o maior destaque a ir para os Activos sob Supervisão que cresceram mais de 37% no primeiro trimestre de 2015 face ao mesmo período do ano passado. Com este aumento o Banco BiG superou os 3 mil milhões nesta rúbrica que engloba os “ativos sob gestão, sob custódia e os depósitos de clientes”.

Resultado líquido duplica

No final do período em análise, o resultado líquido da instituição atingiu os 41, 3 milhões de euros. Este valor representa cerca do dobro do que o Banco BiG totalizou no primeiro trimestre do ano passado, onde atingiu os 20,6 milhões de euros. Para o Chairman e CEO do BiG, Carlos Rodrigues, “o ano de 2015 começou relativamente bem, com ênfase na qualidade dos activos, liquidez, solvabilidade e indicadores de rendibilidade em níveis excepcionais. Com as taxas de juro de algumas classes de activos abaixo de zero, encontramo-­‐nos novamente num enquadramento desafiante, onde os riscos de eventuais choques estão a aumentar.”

Carlos Rodrigues acrescentou ainda que “à semelhança do que fizemos no decorrer do último ano, vamos continuar a investir de forma significativa em sistemas, controlos e imagem, de forma a melhorar a nossa oferta e nível de serviço aos clientes. Pretendemos continuar a marcar a diferença através do nosso modelo de negócio especializado em poupança e investimento e procurar comunicar essa diferenciação de forma clara ao nosso, exigente, mercado alvo.”

Empresas

O Mais Lido

Próximos eventos