Ativos sob gestão em Portugal aumentam 300 milhões


Nos primeiros onze meses do ano de 2013, compilando os dados divulgados pela  APFIPP, pode ver-se alguma evolução por parte de Portugal no panorama Europeu no que diz respeito aos ativos sob gestão.  Em termos da indústria europeia em geral, chega-se à conclusão de que os ativos sob gestão europeus avançaram 759,8 mil milhões de janeiro a novembro do ano passado.

Os últimos dados que se referem a novembro de 2013 mostram o Luxemburgo como líder, com 2.607,7 mil milhões de euros sob gestão.  O segundo lugar, por outro lado, pertence à França, que por esta altura somava 1.534,0 mil milhões de reais. A Alemanha, por sua vez, figurava em terceiro lugar com 1.391,0 mil milhões de euros.

Crescimento de 3,7%

Nestes primeiros onze meses de 2013, Portugal perfazia 0,3% do total da indústria de fundos europeia, ficando apenas atrás da Grécia. Ainda assim, de janeiro a novembro de 2013, o nosso país conseguiu aumentar em 300 milhões de euros os seus ativos sob gestão. Nessa data, o crescimento do montante de ativos sob gestão nacionais tinha sido de 3,7% em 2013.

Máximo em agosto

Neste período de tempo, o melhor mês para a indústria de fundos portuguesa foi agosto, altura em que o montante de ativos sob gestão nacionais ascendeu aos 25,2 mil milhões de euros. Ainda assim, no mês seguinte, esse valor conseguiu ser mantido. Confira abaixo a evolução dos ativos sob gestão nacionais:

 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos