Tags: Negócio |

Ativos sob gestão do Banco Best cresceram 2,3% no ano passado


Divulgando agora os seus resultados, o Banco Best, em comunicado, indica que no ano passado obteve um resultado líquido de 6,8 milhões de euros. No que diz respeito aos ativos sob gestão da entidade, o crescimento foi de 2,3% ultrapassando assim os 2,35 mil milhões de euros. O Banco sublinha que estes “valores têm especial significado num ano que foi marcado pela conhecida convolução que afetou o seu acionista maioritário". 

Os resultados anuais, segundo a entidade, “expressam a boa performance em várias áreas de negócio”, nomeadamente quanto ao stock de fundos de investimento estrangeiros, que cresceu 29%, tendo o volume global em fundos de investimento ultrapassado os 1.000 milhões de euros.

Igualmente também o número de clientes da instituição aumentou 5,2%, tendo passado a barreira dos 82.000. Salientam ainda que “na vertente de atividade grossista (B2B) os Clientes institucionais, designadamente os internacionais, no que se incluem bancos de grande dimensão, reforçaram a sua relação e atividade ao longo do ano”.

Os resultados foram ainda acompanhados por aumento dos depósitos de clientes em 8% e pela obtenção dum rácio Core Tier 1 que se fixou acima de 27%,

Isabel Ferreira, CEO do Banco, salienta que “a independência, quer da oferta quer da gestão, bem como a estratégia diferenciadora assente na inovação e no serviço holístico baseado em tecnologia state-of-the-art, mas sempre de proximidade com os Clientes, ditaram os resultados positivos”. Refere ainda que “num ano conturbado, marcado pela resolução do seu acionista maioritário, o Banco reforçou a sua solidez e viu também reforçada a confiança junto dos Clientes e do mercado em geral”.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos