As preferências acionistas dos OICVM


Em abril, o valor investido em ações pelos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários (OICVM) atingia os 1.292 milhões de euros, menos 1,2% do que no mês anterior. O mercado nacional continua a ser aquele em que o valor investido é menor, tendo atingido 344 milhões no mês passado.

Em Portugal o BCP continua a ser a ação mais preferida com 38,9 milhões de euros, depois de um crescimento mensal de 7,9%. A Sonae SGPS aparece na segunda posição com 28,1 milhões de euros enquanto a Galp Energia fecha o top 3 com 25,8 milhões de euros. Destaque, ainda, para a Portugal Telecom que cresceu 37,4% para os 21,7 milhões de euros.

União Europeia continua a dominar

Fora de Portugal, as companhias sediadas na União Europeia continuam a ser a preferidas por parte dos OICVM. Os dados do regulador mostram que o total investido ascendia a 539 milhões de euros no mês passado com a francesa Total Efina a dominar o ranking com 19,8 milhões de euros. A também francesa Sanofi-Aventis mantém o segundo lugar com 13,5 milhões enquanto a alemã Bayer se fixou nos 13 milhões de euros. A primeira entidade bancária aparece na quarta posição, o BNP Paribas com um total investido de 12,1 milhões de euros.

Estados Unidos e Suíça disputam liderança

Em termos internacionais (fora de Portugal e da União Europeia) o valor total investido totalizou 408 milhões de euros. Nas dez maiores posições conhecidas através das estatísticas recentemente publicadas pela CMVM podemos encontrar uma dúvida comum entre empresas norte-americanas ou suíças.

A norte-americana Apple Computer continua a ser líder nesta categoria, com os OICVM a investirem cerca de 8,4% na empresa. As três posições seguintes são ocupadas por três empresas suíças. Em segundo lugar vem a Roche com 7,2 milhões, seguindo-se a Nestle (6,6 milhões) e a Novartis com 64 milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos