Tags: Consultoria |

As gestoras de patrimónios que mais cresceram no 2.º trimestre


A gestão discricionária em Portugal não tem ficado à margem da pior fase que os mercados vivem nos últimos tempos. De março a junho, o MSCI World registou um retorno bruto de -2,29%, e o MSCI World não vai além, no mesmo espaço de tempo, dos 1,21% de rentabilidade.

No final de junho a gestão de patrimónios acumulava um montante sob gestão de 57,15 mil milhões de euros, menos um milhão de euros do que no final de março. É precisamente olhando para a evolução do segundo trimestre do ano que se retiram algumas conclusões sobre as entidades que mais se destacam.

Vencedoras em termos absolutos

A Crédito Agrícola Gest foi a gestora que mais conseguiu crescer entre março e junho, em termos absolutos. No segundo trimestre do ano, a entidade somou ao seu montante global 28,5 milhões de euros, chegando ao final de junho com 2.226 milhões de euros de ativos sob gestão.

Seguiu-se, a este nível, a Montepio Gestão de Activos que arrecadou no segundo trimestre do ano mais 3,7 milhões de euros, alcançando assim 1.448 milhões de euros de montante gerido.

patrim

Fonte: APFIPP

Vencedoras em termos percentuais

Quando a análise é feita em termos relativos, a liderança passa a ser da Orey Financial, que no segundo trimestre do ano conseguiu um incremento do seu montante sob gestão de 8,70%. No final de junho apresentava 104,2 milhões de euros de volume gerido.

Destacando-se não só em termos absolutos, a CA Gest também ganha vantagem em termos relativos conseguindo um avanço de 1,30% no período. Destaque também para a evolução positiva da Patris Gestão de Activos, a Optimize Investment Partners e a Montepio Gestão de Activos.

patrim1

Fonte: APFIPP
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos