Tags: Consultoria |

As gestoras de patrimónios que conseguiram crescer no horribilis mês de janeiro


Os números disponíveis no site da APFIPP não deixam grande margem para dúvidas. As gestoras de patrimónios presentes no mercado nacional ressentiram-se no complicado  mês de janeiro, e viram o seu montante sob gestão resvalar 0,91%, para os 59,17 mil milhões de euros, bem abaixo dos 59,71 mil milhões alcançados dezembro passado.

Desta forma, foram poucas as gestoras de patrimónios que conseguiram avançar em termos de ativos sob gestão no período. Contas feitas, foram apenas três as entidades a crescer:

BPI Gestão de Activos

A entidade que tem marcado o trilho do crescimento, também foi ‘vencedora’ no mês de janeiro. Segundo as informações online da Associação, o crescimento no mês cifrou os 2,58%. A sociedade gestora de patrimónios estava no final de janeiro muito próxima dos 8 mil milhões de euros de montante gerido (7,98 mil milhões). A quota de mercado da entidade no final de janeiro era de 13,50%.

 LYNX Asset Managers

No caso da Lynx Asset Managers o crescimento em janeiro foi de 1,33%. A entidade passou dos 14,4 milhões de euros de montante sob gestão no final de dezembro para os 14,4 milhões no término de 2016.

Crédito Agrícola Gest

Com um avanço de 0,23% no mês, a CA Gest foi a terceira entidade com um crescimento positivo no mês, no que toca a este segmento. Os dados da APFIPP dão conta de um avanço dos 2,15 mil milhões de euros para os 2,16 mil milhões, no término de janeiro. 

Volume sob gestão das gestoras de patrimónios no final de janeiro 

Fonte: Dados APFIPP, 31 de janeiro
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos