Tags: Europa |

As gestoras com as melhores equipas de vendas e marketing


Em torno da indústria de gestão de ativos existem inúmeras entidades que se dedicam a avaliar o trabalho realizado pelas diferentes gestoras. Até ao momento, o foco tem estado na análise dos resultados obtidos pelos fundos de investimento e nas capacidades dos profissionais na altura de gerir estes produtos. Isto é lógico tendo em conta que, para o investidor, aquilo que é verdadeiramente importante é que os fundos sejam o mais eficientes possível oferecendo os melhores resultados em termos de rentabilidade/risco. “No entanto, muitas vezes desvaloriza-se o facto de haver um batalhão de profissionais cujo trabalho gira em torno de outras questões, que trabalham incansável e criativamente para satisfazer as imposições de transparência exigidas pelos reguladores e pelos seus clientes”, afirma Diana Mackay.

Mackay é a CEO da MackayWilliams, uma empresa de análise independente muito conhecida pelo seu Fund Brand 50, um estudo onde anualmente se identificam as gestoras com melhor imagem de marca, tanto a nível europeu como nos diferentes países. Mackay aproveitou a sua participação na conferência organizada pela ALFI no Luxemburgo para dar a conhecer quais são as entidades que contam, neste momento, com as melhores equipas de vendas e marketing na Europa. Para premiar o seu bom trabalho, a empresa entregou galardões que reconhecem estas entidades, baseando-se em três critérios que consideram fundamentais para que uma gestora seja capaz de diferenciar-se e destacar-se entre as restantes: marca, serviços de vendas e marketing e comunicação.

“É a primeira vez que atribuímos estes prémios e a nossa intenção é continuar a fazê-lo todos os anos”, afirmam da MackayWilliams. Na altura de determinar que entidades merecem ser distinguidas, fazem-no com base nas pontuações que obtiveram dos seletcionadores de fundos de 11 países europeus: Espanha, Itália, Reino Unido, Suíça, Alemanha, França, Holanda, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e Suécia. A consultora pediu que fossem consideradas as entidades de diversas áreas, tendo de ser explicadas quais as gestoras favoritas em relação à marca, serviço de venda e marketing. Cada selecionador elege três gestoras preferidas em cada uma das áreas. À primeira opção são atribuídos três pontos, à segunda dois e à terceira um.

A soma agregada de todas as pontuações recebidas pela MackayWilliams resulta no ranking do top 20, sendo que é aquela que fica em primeiro lugar que fica com o triunfo. Nesta primeira edição, BlackRock  foi a gestora mais premiada. Levou a distinção da entidade com melhor imagem de marca e também da que conta com a melhor equipa de marketing e comunicação a nível europeu. A Fidelity International impediu que alcançassem as três distinções, continuando como a entidade com melhor equipa de vendas. Em relação às boutiques, a entidade reconhecida a levar a galardão foi a Lannebo Fonder, que levou o prémio de boutique com melhor imagem de marca em 2017. Contudo, estes não foram os únicos reconhecimentos atribuídos pela MackayWilliams.

A consultora também apresentou as entidades que deram os maiores saltos na classificação, que foram denominadas de estrelas emergentes (rising stars). Trata-se de gestoras que em 2017 conseguiram entrar no top 20 do ranking depois de darem um importante salto em relação ao ano anterior a nível de marca, equipa de vendas ou marketing. Em cada uma destas três categorias, a MackayWilliams identificou qual a entidade que registou um crescimento mais forte. Em duas delas a galardoada foi a Nordea, que obteve o reconhecimento por ter sido aquela que mais viu melhorada a sua imagem de marca e também por ser aquela que conta com uma equipa de marketing com maior valorização no último ano. A outra grande protagonista foi a Goldman Sachs AM, distinguida pelo seu forte crescimento, que provocou uma valorização da sua equipa de vendas.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos