As empresas que mais se repetem nas carteiras dos fundos de ações norte-americanas


Para saber quais são as empresas favoritas dos gestores de ações americanas, a melhor maneira é “olhar” para a composição das suas carteiras.  A Funds People analisou as 10 primeiras posições de alguns fundos que têm como universo de investimento a bolsa norte-americana e que estão registados em Portugal. Do estudo depreende-se que a Johnson & Johnson (J&J) e a Microsoft são as empresas que aparecem com mais frequência. No caso da J&J, a empresa está presente na primeira posição do JPM US Selection. No caso da empresa tecnológica, atualmente esta ocupa maior peso por exemplo no fundo Pioneer Funds – US Fundamental Growth.

Sobre a J&J os gestores destacam a sua capacidade de gerar um crescimento sustentável, que, por sua vez, resulta de um pagamento estável aos seus acionistas na forma de dividendos. No caso da Microsoft, a empresa não é apenas uma das que mais se repetem nas carteiras dos fundos de ações americanas. Também é uma ação muito solicitada por hedge funds. A empresa que teve um bias value até à saída do seu anterior CEO, Steve Ballmer, conta com 131 fundos de investimento entre os seus acionistas. Esta soma demonstra que o número de interessados na tecnológica aumentou, já que no final de 2013 o número de produtos que tinham informado sobre a sua participação na empresa era de 120.

O terceiro lugar do ranking compete à Apple e à J.P Morgan Chase. A empresa tecnológica, no entanto, aparece no primeiro posto de três carteiras -  do Schroder ISF US Large Cap, do UBS (Lux) Equity USA Growth, e do GS US Core Equity – sendo por isso a empresa tecnológica que mais vezes se repete na primeira posição das carteiras.

Depois destas quatro companhias aparece a Wells Fargo, que entra nas 10 primeiras posições de cinco fundos. As ações da empresa que ganham relevância no portfólio por exemplo do Invesco US Value Equity, onde ocupam a quarta posição. Destaque ainda para títulos como Google, Exxon, Merck e Pfizer. O motor de busca, por exemplo, aparece na primeira posição da carteira do Franklin US Opportunities, enquanto a Pfizer é a empresa com maior ponderação na carteira do BGF US Basic Value Fund. 

Veja aqui as restantes posições.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos