Tags: Negócio | Ações |

As categorias que se destacam nos últimos doze meses


A Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – dá a conhecer, numa base regular, o comportamento dos fundos de investimento nacionais ao longo de todos os dias. Tomando como referência o último dia 2 de setembro, é possível verificar que produtos nacionais se destacam nos últimos doze meses, e quais as categorias em evidência.

A Associação divide o mercado nacional de fundos de investimento em quase três dezenas de categorias, com aquela que regista melhor performance nos últimos doze meses a ser a que engloba os “Fundos de Investimento Alternativo (FIA) de Ações”.  A categoria engloba apenas um produto, no caso o BPI Brasil Valor da BPI Gestão de Activos, que é o fundo nacional com melhor performance no período indicado, com ganhos superiores a 49%.

Com 9,68% de ganhos médios surge, logo depois, uma categoria que junta dois fundos de investimento: o segmento de “Outros Fundos”. São ambos os fundos geridos pela BPI Gestão de Activos, com o BPI Reestruturações a liderar o segmento com 13,82% de ganhos, seguindo-se o BPI Obrigações Alto Rendimento Alto Risco com 5,54% de ganhos.

Ações em destaque

Com ganhos acima de 6% surgem mais duas categorias, com ambas a dedicarem-se ao investimento em ações. Com uma rendibilidade média de 7,55% surge o segmento que investe em ações internacionais. Neste particular, o fundo que se destaca no período em análise é o NB Mercados Emergentes. Gerido por Ricardo Santos da GNB Gestão de Ativos, o fundo regista ganhos superiores a 19%.

Com uma média de rendibilidades a situar-se em 7,19% vem, logo depois, a categoria que junta os fundos cujo o foco do seu investimento são as ações norte-americanas. Aqui, o maior destaque vai para o Caixagest Acções EUA que é da responsabilidade da Caixagest. Nos doze meses anteriores ao dia 2 de setembro regista uma valorização de 13,19%, tendo ficado pouco à frente do fundo Santander Acções América, da Santander Asset Management, com 12,93%.

As categorias que mais se destacam nos últimos doze meses

Captura_de_ecra__2016-09-6__a_s_16

Fonte: APFIPP a 2 de setembro.

Profissionais
Empresas

Próximos eventos