Tags: Obrigações | Ações |

As categorias mais amadas da morningstar


Em agosto, e segundo a Morningstar, os resgates dominaram o mês, com o valor a atingir 2,1 mil milhões de euros em subscrições líquidas, se não incluirmos os fundos do mercado monetário. A inclusão desses fundos, tornavam o mês positivo em 5,72 mil milhões de euros.

Europe Large-Cap Blend a grande paixão de agosto

A categoria Europe Large-Cap Blend foi a categoria que recolheu mais subscrições durante o mês de agosto, ao atingir 1,6 mil milhões de euros. A segunda categoria que mais subscrições líquidas obteve foi  a “EUR Flexible Allocation – Global, com 1,19 mil milhões de euros. Acima de mil milhões de euros, ainda aparecem as categorias “Global Large-Cap Blend Equity” e a “EUR Ultra Short-Term Bond”, com 1,14 e 1,03 mil milhões de euros, respetivamente.

De entre as dez mais de agosto, a categoria “Global Equity Income” é a líder desde do início do ano, com mais de 11,6 mil milhões de euros.

O afastamento das obrigações

No sentido contrário, dominam categorias quem têm em comum o facto de serem de obrigações. A categoria que teve mais subscrições líquidas negativas foi a “USD Diversified Bond”, que viu serem retirados 1,5 mil milhões de euros. Em segundo lugar aparecem as obrigações dos mercados emergentes em moeda local (Global Emerging Markets Bond – Local Currency), com 1,4 mil milhões de euros.

Com mais de mil milhões de euros, no saldo entre subscrições e resgates em agosto, aparecem as categorias Global Emerging Markets Equity, Global Emerging Markets Bonds, Global Bond e ainda a categoria USD Flexibile Bond.

Confirma o inquérito

Estes resultados, no mês de agosto, confirmam as respostas dadas ao inquérito realizado pela Funds People que foi publicado na última revista. Segundo os resultados, até ao fim do ano, os gestores irão baixar a sua exposição aos fundos de Obrigações Soberanas  e ainda à categoria “Emerging Markets Debt”.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos