As categorias de fundos que mais interessaram aos investidores em janeiro


Num balanço do primeiro mês de 2015 mostrámos-lhe recentemente quais os fundos de investimento mobiliário que mais interessaram aos investidores nacionais ou seja, os produtos que mais captaram na reta inicial do ano. A liderança neste âmbito foi protagonizada pelo Millennium Prestige Conservador, a cargo da Millennium Gestão de Activos, e inserido na categoria multi-activos defensivos, que contou com subscrições de 31 milhões de euros no período.

Precisamente a categoria de fundos multi-activos defensivos foi a que mais ‘brilhou’ no mês de janeiro, tendo alcançado um saldo líquido entre subscrições e resgates de 66,2 milhões de euros, segundo o último relatório mensal dos FIM, divulgado pela APFIPP.

Tendo a indústria de fundos mobiliários fechado o primeiro mês do ano com um resgate líquido negativo de 28,6 milhões de euros, poucas foram as categorias de fundos que conseguiram captações líquidas positivas.

Para além do conjunto dos fundos multi-activos defensivos, apenas mais 9 categorias conseguiram resultados positivos nas subscrições. Seguiram-se os fundos de obrigações de taxa indexada euro, que em janeiro alcançaram captações líquidas de cerca de 20 milhões de euros.

Acima dos 10 milhões de euros, foram ainda dois os grupos de fundos que se impuseram. Destaque para os de Mercado monetário euro, cujas subscrições líquidas somaram 18,8 milhões de euros, e os Obrigações euro, que registaram 10,5 milhões de euros de entradas líquidas.

As categorias menos atrativas

Em sentido contrário, sublinham-se algumas categorias das quais os investidores optaram por sair. Os fundos flexíveis, por exemplo, sofreram um resgate líquido na ordem dos 44 milhões de euros, enquanto os fundos de investimento alternativo monetário de curto prazo, tiveram captações líquidas negativas que rondaram os 33 milhões de euros. 

Categorias de Fundos com captações positivas em Janeiro

Categiorias de fundos mobiliários Subscrições líquidas 31 de janeiro 
Fundos Multi-activos Defensivos 66 227 838 €
Fundos de Obrigações Taxa Indexada Euro  20 013 249 €
Fundos de Mercado Monetário Euro  18 895 606 €
Fundos de Obrigações Euro 10 589 274 €
Fundos PPR 9 089 737 €
Fundos de Acções da América do Norte 6 883 121 €
Outros F. Acções Internacionais  6 597 256 €
Fundos Multi-activos Equilibrados  6 351 786 €
Fundos de Obrigações Internacional  44 993 €
Fundos Índice 2 503 €
Fonte: APFIPP, 31 de janeiro 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos