Tags: Alternativos |

As casas de investimento imobiliário que melhor progrediram desde o início do ano


No final do oitavo mês do ano, os fundos de investimento imobiliário tinham, na sua posse, mais de 11.130 milhões de euros, segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP. Comparando com o final do ano passado, existe uma discrepância de -2,4%, já que no último dia de dezembro os valores sob gestão atingiam os 11.082 milhões de euros.

Das mais de três dezenas de entidades que compõem o segmento imobiliário, apenas uma dúzia regista crescimento em termos de património nos primeiros oito meses do ano. De todas as entidades, aquela que teve a maior evolução percentual foi a GEF. Entre o final do ano passado e o último dia de agosto, o crescimento é de 126% o que representa, em termos monetários, num aumento de 157 milhões de euros. Desta forma, no final de agosto a entidade contava com mais de 282 milhões de euros em ativos sob gestão.

Dois dígitos de crescimento: apenas mais três entidades

Além da GEF, existem mais três entidades que conseguem apresentar um aumento percentual superior a 10%. Com um aumento de quase 50% figura a BPI Gestão de Activos, que no final de agosto tinha mais de 264,8 milhões de euros em ativos sob gestão.

As restantes duas entidades registam crescimentos percentuais mais modestos quando comparado com as duas gestoras já mencionadas: a Impolis e a Atlantic. A primeira com uma subida de 13% para 41 milhões e a segunda com um incremento de 11,5% para mais de 82 milhões de euros.

Entidades com maior património também cresceram em 2015

Nas restantes oito entidades, encontramos duas que fazem parte das cinco maiores do segmento: a Norfin e a Square Asset Management. A Norfin é a terceira maior entidade do mercado nacional com 962 milhões de euros em ativos sob gestão, distribuídos por 15 fundos de investimento. Nos primeiros oito meses do ano regista um aumento de 5,8% nos seus ativos sob gestão.

Já na Square Asset Management o aumento é de 4,5% para 832 milhões de euros. Com este valor a entidade é a quarta maior do segmento imobiliário, gerindo cinco fundos de investimento.

Acima destas duas entidades, em termos percentuais, ainda se verifica uma outra casa de investimento. É ela a Orey Financial. A entidade tem apenas dois produtos e no final de agosto tinha 12,2 milhões de euros em ativos sob gestão. Comparativamente, face ao final do ano passado, o aumento é de 6%.

As entidades que aumentaram o seu património em 2015

GestoraDezembro 2014Agosto 2015Variação monetáriaVariação percentual
Gef124,9282,5157,6126,18%
BPI Gestão de Activos177,5264,887,349,18%
Imopolis36,341,14,813,22%
Atlantic73,882,38,511,52%
Orey Financial11,512,20,76,09%
Norfin909,2962,453,25,85%
Square Asset Management796,7832,635,94,51%
Fundiestamo187,2193,86,63,53%
MNF Gestão de Activos52,4541,63,05%
TF Turismo Fundos117,9120,32,42,04%
Floresta Atlântica37,638,10,51,33%
Refundos76,377,311,31%
Fonte: APFIPP. Valores em milhões de euros.
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos