Tags: Negócio |

As auditoras mais proeminentes no universo dos fundos mobiliários


O mundo dos fundos mobiliários em Portugal, atualmente, restringe-se a cerca de 170 produtos. Tal como já tinha acontecido na última avaliação feita às auditoras que auditam o maior número de fundos, e o maior número de ativos em Portugal, também atualmente é possível verificar que as big four têm vindo a perder caminho neste ranking. Importante é realçar que a rotatividade na auditoria de organismos de investimento colectivo é obrigatória, e efetua-se a cada seis anos e o “auditor do organismo de investimento coletivo não pode ser auditor, nem pertencer à rede do auditor, da empresa-mãe em que a entidade responsável pela gestão consolida as suas contas”, segundo o Regime Geral dos Organismos de Investimento Coletivo.

Os dados mais recentes compilados a partir das informações disponíveis na Morningstar Direct e no site das próprias entidades gestoras, mostram que atualmente a BDO & Associados, é a auditora que maior número de fundos audita, mais concretamente 63 produtos. Estes pertencem à MCO2, ao Montepio Gestão de Activos, à Optimize Investment Partners, à Popular Gestão e Activos e à Santandar Asset Management. Em termos de ativos sob gestão, a auditora “tem a seu cargo” muito próximo de 2.000 milhões de euros (segundo os dados da plataforma Morningstar Direct).

auditoras prod

Em termos de ativos sob gestão,  a auditora que supervisiona mais ativos continua  a ser a Mazars & Associados, à semelhança do que já acontecia no último update feito pela Funds People sobre este tema. Contudo, o montante auditado pela entidade aumentou face à informação anterior: atualmente a Mazars tem “sob a sua responsabilidade” mais de 4.893 milhões de euros, comparando com os cerca de 4.200 milhões de euros reportados anteriormente. A entidade tem a seu cargo a auditoria dos fundos da BPI Gestão de Activos, da IM Gestão de Activos e da Invest Gestão de Activos.

Considerando este critério dos ativos sob gestão assinala-se em segundo lugar o “espólio” da Ernst Young Audit & Associados, que agrega mais de 3.900 milhões de euros auditados. A BDO & Associados – que lidera em número de fundos -  figura em terceiro lugar neste critério, com 1.975 milhões de euros auditados.

volume audit

Um novo nome

A Baker Tilly, PG & Associados, que no último update sobre o tema não figurava, aparece agora com 125 milhões de euros auditados, pertencentes à GNB Gestão de Ativos e à Banif Gestão de Activos.

Duas das Big Four “perdem” terreno

A Deloit & Associados e a KPMG & Associados apresentam-se mais abaixo no ranking de volume auditado, comparativamente com a última análise feita pela FP. Os dados atuais indicam que a Deloitte & Associados analisa 45 milhões de euros em fundos de investimento mobiliários, enquanto que a KPMG tem a seu cargo a auditoria de 40 milhões.

numero fun gestoras auditoras

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos