Tags: Negócio |

As 10 maiores entidades imobiliárias


Mais de metade das entidades supera os 100 milhões de euros em carteira e duas superam os 1000 milhões de euros. É uma das conclusões do novo relatório da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP). De acordo com o mesmo relatório, no final do ano passado, o segmento imobiliário reunia um valor líquido sob gestão de 9.108,1 milhões de euros – menos 9,5% do que no início de 2016. O documento analisa 201 fundos geridos por 31 sociedades gestoras de fundos imobiliários. Os montantes geridos pelas entidades incluídas nesta análise são representativos de 87% do mercado nacional, de acordo com a CMVM.

duas entidades que ultrapassam a barreira dos 100 milhões de euros em carteira. São elas a GNB – SGFII e a Interfundos. A maior entidade nacional é a GNB – SGFII, com 33 fundos e um valor líquido sob gestão de 1.406,4 milhões de euros. Cresceu 8,3% desde o início de 2016. Dos 33 produtos que gere destaca-se o fundo fechado Fimes Oriente, com um valor em carteira superior a 275 milhões de euros.
Já a Interfundos, que no ano passado encabeçava a lista, está agora no segundo lugar, com 39 fundos a seu cargo e um valor líquido de 1.323,6 milhões de euros. A Fundger é a terceira maior entidade nacional, gerindo 949,6 milhões de euros e 21 produtos, sendo o maior o Saudinveste.

A completar o top 5 das maiores sociedades gestoras de fundos imobiliários está a Square Asset Management, com apenas seis produtos e um valor líquido em gestão de 843 milhões de euros, e a Gefismo, que gere 14 fundos e 147,6 milhões de euros.  

valorliquido

numero_de_fundos

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos