Tags: Estilo |

Ana Bola sem filtro


Confrontando-se com a falta de trabalho aos 62 anos, Ana Bola apresenta agora um monólogo sobre isso mesmo. Com  40 anos de profissão faz teatro, faz televisão e foi autora de séries de sucesso.

Apresenta propostas, tem reuniões com as direções de programas, mas não consegue ver nada aprovado. Restam-lhe os castings de um programa de talentos.

De uma forma ligeira e bem-disposta, o espetáculo procura uma crítica direta e sem papas na língua a uma realidade gritante: a total falta de respeito pela arte, pelos artistas e pelo trabalho sério, que é substituído por atentados ao talento e à experiência. O que resulta na ascensão a vedeta da total ausência de talento. Este monólogo chama os bois pelos nomes. Sem filtros. Sem medos.

O texto e a interpretação ficam a cargo da própria Ana Mota, enquanto a direção fica a cargo de António Pires.  

A peça estreia hoje e pode ser vista até dia 1 de novembro, no São Luiz Teatro Municipal. 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos