Tags: Obrigações | Ações |

Amplitude nos fundos de investimento melhora


Segundo os dados da Morningstar para Portugal, a amplitude dos fundos de investimento melhorou, segundo o indicador Maximum Drawdown, dos cinco para os três anos. O Maximum Drawdown é o máximo de queda registado num ativo desde do seu máximo. Na prática, mostra qual é a perda de um investidor que tenha comprado no pico e tenha estado exposto ao mínimo. Este indicador permite, ainda, determinar qual é o máximo de risco que o investidor esteve exposto, servindo assim como uma forma de comparar riscos entre ativos.

Os melhores a cinco anos

Nos últimos cinco anos este indicador teve uma média no sector de 24,6%, com este valor a ser justificado pelo início da crise da dívida soberana e a respetiva entrada da troika em Portugal. Como era de esperar, os fundos com o Maximum Drawdown mais baixo são os fundos do mercado monetário e os fundos imobiliários. O fundo que apresenta o melhor valor deste indicador é o Montepio Tesouraria, gerido pelo Montepio Geral Fundos, que apresentou um valor negativo de 0,409% nos últimos 60 meses. Em segundo lugar vem o fundo gerido pela ESAF, ES Monetário Euro, que fecha o ciclo em estudo no valor negativo de 0,446%. Ambos os fundos são também os melhores neste indicador a três anos, com os valores a situarem-se em -0,162% e -0,275%, respetivamente.

A fechar o TOP 5 dos fundos, aparecem três fundos imobiliários que situam o seu Maximum Drawdown abaixo de -1%. O Silvip VIP, o Fundger Fundimo e o Santander Novimvest são os fundos em questões, com os valores a cinco anos a situarem-se nos -0,612%, - 0,757% e -0,813%, respetivamente.

Fundos imobiliários saem dos melhores a três anos

No Top 5 do fundos com o melhor drawdown, e após os já referenciado fundos do mercado monetário Montepio Tesouraria e ES Monetário Euro, aparecem três fundos de obrigações. Em terceiro lugar vem o BPI liquidez, com o indicador a fixar-se nos -0,275%, em quarto lugar o Barclays Premier Tesouraria com um Maximum Drawdown de -0,456% e a fechar o Top 5 o Patris Conservador com um valor negativo de 0,483%.

Os fundos de ações

Como era de esperar, os fundos mais arriscados (como é o caso dos fundos de ações) aparecem no fim da lista, devido à sua enorme volatilidade devido à crise económica e financeira que assolou a Europa. Ainda assim, fundo de ações que apresenta o melhor drawdown é o fundo gerido pela Caixagest denominado Caixagest Energias renováveis que apresenta um valor negativo de 10,96% nos últimos cinco anos.

 

NOTA: Os dados reportam à Morningstar a 31 de Julho de 2013 e apenas mostram os dados disponiveis, sendo que nem todos os fundos apresentam os dados completos.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos